Por Ascom Parlamentar

 

Neste sábado, 13 de julho, dois eventos históricos marcam a data: a Revolta Tenentista de 1924 e o Dia Mundial do Rock. O deputado estadual Iran Barbosa (PT), que é professor de História e um entusiasta e incentivador da cultura, reconhece valores importantes nas duas datas. Neste sentido, o parlamentar apresentou a Indicação Nº 229/2019, dirigida ao governador do Estado, Belivaldo Chagas, e ao secretário da Educação, do Esporte e da Cultura, Josué Modesto, na qual solicita que tomem ‘as medidas necessárias, em parceria com o Município de Aracaju, para que as Administrações Estadual e Municipal organizem, anualmente, no período que abrange o dia 13 de julho, no Bairro e Calçadão do mesmo nome, eventos de caráter cultural, artístico e recreativo, comemorativo ao Dia Mundial do Rock e de resgate histórico do Movimento Tenentista em Sergipe, ambos lembrados na data que denomina este destacado bairro da cidade de Aracaju’.

Iran reforçou, na Indicação, que o dia 13 de julho é conhecido, no Brasil, como o Dia Mundial do Rock, e a data que celebra anualmente o rock foi escolhida em homenagem ao ‘Live Aid’, megaevento que aconteceu nesse dia, no ano de 1985. A celebração é uma referência a um desejo expressado pelo músico Phil Collins, participante do evento, que gostaria que aquele fosse considerado o “Dia Mundial do Rock”.

A curiosidade é que, apesar da referência “mundial”, a data só é comemorada no Brasil. Ela começou a ser celebrada em meados dos anos 1990, quando duas rádios paulistanas, especializadas em rock, começaram a mencionar a data em sua programação. A celebração foi amplamente aceita pelos ouvintes e, em poucos anos, passou a ser popular em todo o país. Hoje a data é referência para a celebração do rock, inclusive entre os artistas sergipanos e aracajuanos.

“Já para Sergipe e, mais especificamente, para o município de Aracaju, o dia 13 de julho é assinalado pelas revoltas tenentistas que marcaram a história política nacional quando, nesse dia, em 1924, tropas rebeladas do Exército se entrincheiraram e minaram a barra da então Praia Formosa, à espera de possíveis forças legais que ameaçariam os rebeldes tenentes. Este episódio está ligado diretamente ao movimento tenentista estudado nos livros de História do Brasil, durante a República Velha”, lembrou o professor e historiador.

“Portanto, a minha propositura tem por objetivo unir aquele fato importante da nossa história ao Dia Mundial do Rock, no bairro que leva o nome da data, solicitando que os governos do Estado e da Capital, em parceria, celebrem esses dois momentos com eventos culturais, artísticos e educativos que evolvam os nossos jovens e a população de uma forma geral. Destaco, ainda, que esse poderá ser um momento especial para discutirmos com a população os problemas e potencialidades do bairro que tem configurações residenciais, comerciais, de entretenimento, de lazer, culturais, esportivas e, portanto, configura-se como um bairro de interesse dos moradores da localidade, mas, também, de todos os aracajuanos e sergipanos que, em algum momento, utilizam os serviços públicos e privados nele ofertados”, explica Iran Barbosa.

O deputado estadual lembra que apresentou igual propositura em duas oportunidades, quando foi vereador de Aracaju, propondo que a Administração Municipal buscasse parcerias junto às demais secretarias e órgãos municipais, bem como com outros órgãos federais e estaduais, na perspectiva de colocar a proposta em prática.

“Infelizmente, isso não se efetivou. Mas espero que agora, o governo do Estado reconheça a profundidade e a importância cultural e histórica dessas duas datas e busque esse diálogo com o governo da Capital, no sentido de, nos anos que virão, celebrar esses dois momentos com uma boa programação cultural, artística e recreativa, aproveitando os diversos espaços e equipamentos