O deputado Gilson Andrade (PTC), que é vice-presidente da Comissão Especial para implantação a Agência Reguladora de Serviços do Estado de Sergipe – Agreseparticipou nesta quarta-feira, 23, da sabatina com o último membro do Conselho da Agência, o engenheiro civil do Departamento Estadual de Infra-Estrutura Rodoviária – DER, Joelson Hora Costa.

Ao considerar a importância dos diversos serviços públicos que serão fiscalizados pela Agência Reguladora, o parlamentar questionou Joelson Hora se em algum momento da atividade profissional que exerceu ao longo de mais de 20 anos, ele desempenhou alguma função relevante para as finalidades da Agrese. “Estive avaliando seu currículo e realmente é muito vasto e relevante, mas eu gostaria de saber qual atividade já exercida que pode justificar o seu desempenho numa função tão relevante na Agrese, pois sabemos que ela vai coordenar diversos setores do nosso Estado”, indagou.

O deputado também inquiriu se o sabatinado tinha ciência da lei que cria a Agrese no que se refere ao Artigo 14, em que restringe que os membros da Agência não poderão exercer atividade profissional, empresarial, sindical ou de direção partidária e por fim, perguntou se Joelson Hora achava correta a cobrança da taxa de fiscalização pela Agrese. “Qual entendimento sobre o reflexo de tal cobrança no valor da tarifa recolhida pelas permissionárias do serviço público. Essa taxa mais uma vez irá ser paga pelo povo”, concluiu.

Por Ascom parlamentar dep. estad. Gilson Andrade (Autimira Menezes)