Por Stephanie Macêdo

A aplicação de inseticida com carro fumacê para combater o mosquito Aedes Aegypti, causador da Dengue, Zika e Chikungunya.  Esse foi o pedido realizado pela deputada Diná Almeida (PODE) ao governador do Estado de Sergipe por meio da Indicação Parlamentar de nº 302/2021. 

Segundo a deputada, a sua preocupação quanto ao assunto se dá pela notícia do aumento do numero de infestação do mosquito Aedes Aegypti. A dengue é, sem dúvidas, a doença mais grave quando comparada à chikungunya e à zika. Ela causa febre, dores no corpo, dores de cabeça e nos olhos, falta de ar, manchas na pele e indisposição. Em casos mais graves, a dengue pode provocar hemorragias, que, por sua vez, podem ocasionar óbito.

“Diante do aumento de casos de Chikungunya, registrado até abril deste ano, com aumento de 465% em relação ao ano de 2020, considero a importância de controle de enfermidades, especialmente nesse momento em que o Sistema Único de Saúde (SUS) já se encontra impacto pela pandemia do coronavírus, declarou a deputada.

De acordo com a propositura, a disponibilização dos carros-fumacê será para as áreas urbanas e rurais dos municípios com maior incidência de casos. O objetivo é combater a proliferação do mosquito.

A indicação parlamentar, aprovada por unanimidade nesta última quinta-feira, será encaminhada para o governador do estado e para a Secretaria de Estado da Saúde (SES).

 

Foto: Pixabay