Por Luciana Botto- Rede Alese 

O presidente e deputado estadual, Luciano Bispo (MDB), juntamente com os deputados Gilmar Carvalho (PSC), Zezinho Guimarães (MDB) e Capitão Samuel (PSC) participaram de Sessão Solene de Posse da nova Mesa Diretora da Corte do Tribunal Federal da 5ª Região para o biênio 2019/2021. A solenidade foi realizada nesta quarta-feira (03), no Salão do Pleno do Tribunal, localizado no Ed. Ministro Djaci Falcão- Cais do Apolo, s/n- Recife Antigo, em Pernambuco.

Na presidência, assume o desembargador Federal sergipano, Vladimir Souza Carvalho, vice- presidente o desembargador federal, Rubens de Mendonça Canuto Neto e o corregedor- regional o desembargador federal, Carlos Rebêlo Júnior.

A solenidade foi aberta pelo presidente, desembargador federal Manoel Erhardt, que encerra, após dois anos, sua gestão à frente da Corte. Na ocasião, agradeceu a presença de todos e cumprimentou os desembargadores federais que se sucederam na presidência do TRF5 e saudou todos os presentes.

O Presidente do Tribunal no biênio 2016/2018, o desembargador federal Manoel, destacou o trabalho dos magistrados e servidores em sua gestão. “Com o sentimento de gratidão, agradeço a todos os colegas desembargadores, juízes federais e servidores que ao longo deste biênio, atuando com competência e dedicação no exercício das suas funções, contribuindo com cuidado e zelo com a atividade jurisdicional.”

Ainda em sua fala, o desembargador Manoel elogiou a atuação notável do sergipano empossado, o desembargador Vladimir Carvalho, pelos conhecimentos técnicos, escritor brilhante, além de excelente figura humana.

Na sequência, o desembargador federal Vladimir Souza Carvalho prestou o compromisso regimental, assinou o termo de posse e assumiu a presidência da sessão solene. No início do seu discurso, o novo presidente do TRF5 agradeceu aos desembargadores federais que lhe confiaram a missão de presidir o Tribunal, ressaltando que a presidência é uma etapa a mais na vida de julgador, mas que agora trata-se de desafio novo, atividade totalmente diferente da que já viveu em décadas anteriores, com passagem pela direção do Foro de Três Seções Judiciais, Piauí, Alagoas e Sergipe.

A nova Mesa Diretora, assume no ano em que a Corte completa 30 anos, e o objetivo do presidente do TRF5 é dar sequência ao que já vem sendo feito em toda a 5ª Região, para que nada sofra solução de continuidade, além de incrementar o processo judicial eletrônico, bem como buscar recursos para construir sedes nas subseções do interior dos estados que compõem a 5ª Região que não têm sede própria, ressaltou Vladimir Carvalho.

Para o presidente da Assembleia Legislativa de Sergipe, Luciano Bispo, Vladimir é merecedor do cargo pela sua capacidade profissional, intelectual e luta. “Eu e Sergipe, ficamos felizes e honrados em prestigiar esse momento tão importante da vida do itabaianense e amigo, Vladimir”, frisou Bispo

 

Composição da Mesa de Honra

Participaram da Mesa os desembargadores, Manoel Erhardt; Vladimir Carvalho; Lázaro Guimarães; Paulo Roberto de Oliveira; Rogério de Menezes; Dilson Pereira; Fernando Braga; Francisco Roberto Machado; Paulo Machado; Cid Marconi Gurgel; Carlos Ribeiro Júnior; Rubens de Mendonça; Andrei Alexandre Freire; Hélio Wanderley Filho; Leonardo Henrique de Cavalcante; o procurador regional da república, Francisco Machado Teixeira; os governadores de Estados, Paulo Saraiva de Pernambuco; Renan Calheiros Filho de Alagoas; Belivaldo Chagas de Sergipe; o presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco, o deputado Eriberto Medeiros e o desembargador Adalberto de Oliveira, presidente do Tribunal de Justiça de Pernambuco.

 

Perfil dos Novos dirigentes

 

Natural de Itabaiana (SE), o presidente eleito do TRF5, Vladimir Souza Carvalho, é graduado em Direito pela Faculdade de Direito de Sergipe (1973). Foi juiz de direito em Sergipe; juiz federal no Piauí (de 1984‐1985), em Alagoas (1985‐1987) e Sergipe. Foi membro substituto dos tribunais regionais eleitorais do Piauí, Alagoas e Sergipe, ocupando, neste último, como titular, a vaga destinada a juiz federal por três biênios. Presidiu, em 2002, a 1ª Turma Recursal dos Juizados Federais Especiais de Sergipe. Integrou da 1ª Turma de Uniformização das Turmas Recursais dos Juizados Especiais Federais, em Brasília‐DF, em 2002‐2003. É desembargador federal do TRF5 desde 2008, tendo sido promovido pelo critério de antiguidade. Atualmente, compõe a Segunda Turma do TRF5 e atuou, nas Eleições 2018, como desembargador eleitoral do Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco, na classe juiz federal. Autor de diversas obras literárias, Carvalho é membro da Academia Sergipana de Letras.

 

Natural de Maceió/AL, Rubens de Mendonça Canuto Neto é graduado em Direito pelo Centro de Estudos Superiores de Maceió (CESMAC) e pós-graduado em Direito Tributário pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Foi delegado da Polícia Federal (1999-2000) e advogado da União (2000-2002). Ingressou na Justiça Federal em agosto de 2002, no cargo de juiz federal substituto na 4ª Região. Conseguiu remoção para a 5ª Região em outubro do mesmo ano, onde passou a atuar na Seção Judiciária de Alagoas, na 2ª Vara Federal, em Maceió. Em março de 2005, foi promovido a juiz titular, atuando na 8ª Vara Federal de Arapiraca até 2009. No final do referido ano foi removido para a 8ª Vara Federal de Alagoas, em União dos Palmares. Em 2012, assumiu a 2ª Relatoria da Turma Recursal da SJAL, em Maceió. Ainda em 2012, assumiu a 14ª Vara Federal, sendo o primeiro juiz da referida Vara, com competência exclusiva de Juizado Especial Federal. Em 2014, retornou para a 2ª Vara Federal, em Maceió. De maio de 2014 a maio de 2015, prestou serviços à Corregedoria Geral do Conselho da Justiça Federal (CJF), em Brasília. Atuou como desembargador federal convocado por inúmeras vezes, tendo sido promovido, por merecimento, a desembargador federal do TRF5, em dezembro de 2015. Atualmente, é presidente da Quarta Turma de julgamento do TRF5.

 

Natural de Alenquer (PA), Carlos Rebêlo Júnior é bacharel em Direito, pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), e em Filosofia, pela Universidade Católica de Pernambuco (Unicap). Mestre em Direito pela Universidade Federal do Ceará (UFC) e professor de Direito Internacional Público da Universidade Federal de Sergipe (UFS), onde coordena o Núcleo de extensão Pesquisa em Relações Internacionais (NEPRIN). Foi procurador autárquico da Sudene (Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste) e juiz do trabalho substituto em Macau (RN). Ingressou na Justiça Federal em Pernambuco, em fevereiro de 1988, sendo removido para a Seção Judiciária de Sergipe, em junho do mesmo ano, onde exerceu o cargo de diretor do Foro por oito anos consecutivos. Tomou posse como desembargador federal do TRF5 em setembro de 2015. Atualmente, é membro da Terceira Turma de julgamento desta Corte.

 

Fotos: Júnior Ventura