Quarenta e cinco dias após o inicio dos trabalhos legislativos 2016, o presidente da Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese), deputado Luciano Bispo (PMDB), reinicia também a nova temporada das sessões itinerantes pelas regiões do estado e começa nesta quarta-feira (30), com o município Estância, região sul do Estado.

“Estão previstas cinco sessões itinerantes para este ano em municípios que ainda não passamos, o primeiro será Estância”, acrescentou Luciano Bispo, observando que o Projeto das Sessões Itinerantes ganhou força na sua gestão por entender a necessidade de aproximar a Casa Legislativa do povo. Esta é a quinta edição do projeto na gestão de Bispo.

Segundo ele, a resposta da população durante as sessões tem sido positiva porque a sociedade percebe que é a oportunidade de mostrar os problemas e as dificuldades que os municípios e regiões enfrentam. “A cada cidade que a Assembleia Legislativa de Sergipe chega para trabalhar, aumenta a frequência do público. Lideranças políticas, líderes comunitários, prefeitos e vereadores usam a tribuna para pedir apoio e reivindicar melhorias para suas cidades”, ressaltou.

Foto: César de Oliveira

Foto: César de Oliveira

O presidente reconhece ainda que é uma plataforma que os parlamentares dispõe para apresentar os projetos e indicações que fazem para ajudar o Estado. “O povo fica diante dos seus deputados e podem cobrar deles a atuação. Ao fim das sessões nosso trabalho continua, fazemos relatório enviamos aos órgãos responsáveis e ao governo do Estado na tentativa de corrigir as falhas de execução de algum projeto que não está sendo bem aplicado”, explicou.

Na avaliação de Luciano Bispo as sessões itinerantes tem um valor importante pra Sergipe e para a Alese porque acredita que é o poder mais próximo da população. “Nós vivemos do povo e temos de viver para o povo. Estamos trabalhando para dar uma nova imagem para a Casa Legislativa”, concluiu.

A sessão itinerante acontecerá na Fórum Ministro Heitor de Souza, Rua Tenente Eloi, centro de Estância, a partir das 9h.

Por Glice Rosa – Agência Alese de Notícias