Mesmo antes de assumir o comando da Prefeitura de Lagarto, em 1º de janeiro de 2017, o deputado estadual e prefeito eleito Valmir Monteiro (PSC), já começa a apresentar resultados positivos e garantir conquistas para o município. Na companhia do reitor da Universidade Federal de Sergipe, Ângelo Roberto Antoniolli, e graças ao apoio do líder do governo Michel Temer (PMDB) na Câmara Federal, deputado André Moura (PSC), Valmir foi recebido nessa terça-feira (18), na capital federal, pelo ministro da Educação, Mendonça Filho.
Na oportunidade, Valmir Monteiro aproveitou para, em conjunto com o reitor da UFS, reivindicar a ajuda financeira para a aquisição de todos os equipamentos necessários para o funcionamento do Centro de Odontologia da UFS em Lagarto. “Nós precisávamos de R$ 1,5 milhão para a compra desses equipamentos e o ministro prontamente nos atendeu! Disse que até o final do mês deverá liberar os recursos necessários para a Universidade Federal. É uma grande conquista para o nosso município. Estou muito feliz”, celebrou Valmir.
O encontro do prefeito eleito de Lagarto e do reitor da UFS ocorreu no gabinete da liderança do Governo Temer. “Quero agradecer o apoio que recebemos do deputado federal André Moura que prontamente nos atendeu, nos recebeu e nos ajudou a resolver este problema. O prestígio de André Moura hoje em Brasília é espetacular e isso é bom não apenas para mim ou Lagarto, mas para Sergipe. Os prefeitos, independente de apoio, são bem atendidos aqui e muito será viabilizado. Nós não fomos recebidos no Ministério da Educação. O ministro veio até nós no gabinete da liderança”.
Professores
Diante dos constantes atrasos nos salários dos servidores do Magistério de Lagarto, Valmir conversou com o ministro da Educação e solicitou o apoio do Ministério para que o município volte a ser uma referência para o restante do Estado nesta área. “Fomos o primeiro município a pagar o piso nacional do Magistério. Na nossa gestão os professores eram valorizados e recebiam em dia seus salários. Hoje o que nós vemos é o descaso da gestão com os trabalhadores. O dinheiro nunca é regularizado e as pessoas sofrem bastante. Pedi ao ministro que nos ajude para que Lagarto volte a ser uma referência na Educação”.
Emendas
Valmir Monteiro aproveitou para visitar e conversar com quase todos os membros da bancada federal de Sergipe. “Estamos lutando por recursos para o município de Lagarto. Vamos iniciar a gestão apenas em janeiro, mas já estamos buscando garantir esse apoio junto ao orçamento de 2017. O reitor da UFS nos acompanhou porque temos projetos de infraestrutura, mas também queremos formalizar uma parceria com a Universidade na área de Saúde, para que possamos beneficiar apenas o povo de Lagarto, mas dos demais municípios da nossa região. A partir de 2017 a UFS assumirá a gestão do Hospital em definitivo”.
Transição
Valmir Monteiro acrescentou ainda que, na próxima semana, estará buscando uma audiência com o prefeito de Lagarto, Lila Fraga (DEM), no sentido que se comece a viabilizar a transição do comando administrativo do município. “A eleição acabou! Vamos pensar no que é melhor para Lagarto. Na próxima semana eu vou marcar uma audiência com o prefeito para a gente começar a tomar conhecimento da realidade financeira em que se encontra a prefeitura”.

 

Da Assessoria