A deputada estadual Ana Lula (PT), ocupou o pequeno expediente da sessão plenária desta quarta-feira (20), para fazer o registro da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que absorveu na última terça-feira a presidente e senadora pelo partido dos trabalhadores Gleisi Hoffmann e o ex- ministro e esposa da presidente, Paulo Bernardo, acusados de corrupção e lavagem de dinheiro em um dos processos da Operação Lavajato. “Uma vitória de todos nós que fazemos e defendemos a democracia desse país”, frisou Ana Lula.

Na tribuna, a parlamentar  disse que a decisão do STF foi baseada  na falta de provas. “Na verdade é uma tentativa mais uma vez de criminalizar não só a presidente do partido, mas criminalizar o PT”, disse Ana Lula acrescentando “Gleisi Hoffmann é uma  guerreira que está mostrando para o Brasil a sua competência e o seu compromisso com os trabalhadores, os desempregados, os desvalidos, com a maioria da população, com o pequeno e médio empresário, pequeno e médio empreendedor”, ressaltou

Por fim, Ana Lula desabafou “o partido dos trabalhadores que vem sofrendo com todas essas calúnias. Temos atualmente o único preso político que se chama Luís Inácio Lula da Silva. E a nossa expectativa é que o supremo também reconheça que ele é um preso político inocente e que portanto ele seja liberado na próxima semana”.

 

Por Rede Alese

Foto: Jadilson Simões