Preocupado com a aprovação do Projeto do Executivo que aumenta a alíquota do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), o líder da oposição na Assembleia Legislativa ,Capitão Samuel (PSL), usou a tribuna no pequeno expediente da sessão legislativa na tarde dessa segunda-feira (28), para pedir o adiamento da votação prevista para essa semana. “Em nome da oposição eu peço calma diante da tramitação de mais um projeto que tem o objetivo de ajudar ao Governo a sair do buraco. Todo o empresariado se coloca contra, sinal que não houve um diálogo com ninguém”, completou.

 

Samuel defende que antes da tramitação do Projeto na Alese, os representantes da Associação Comercial de Sergipe e o presidente do Sindicato dos Auditores Fiscais de Sergipe (Sindifisco), sejam ouvidos pelos deputados para ampliar o debate sobre as perdas e ganhos com a aprovação do projeto. “Nós sabemos que aumento de impostos gera uma divisão injusta com os consumidores e pela atual crise financeira vai gerar também desemprego”, salientou acrescentando, que esse aumento de impostos pode não dá o ganho que o Governo está esperando.

 

Durante o discurso o líder da oposição também relembrou os projetos do Executivo que já foram provados na Assembleia Legislativa, desde o ano passado, na tentativa de ajudar a equilibrar as contas do Governo do Estado. “Votamos e aprovamos o projeto que autorizou o adiantamento dos Royalties da Petrobras, o uso dos depósitos judiciais, todos com o argumento de que os servidores não seriam prejudicados com atraso nos salários e agora o discurso é o mesmo”, concluiu.

 

Fonte: Agência Alese de Notícias

Foto: César de Oliveira