Por Habacuque Villacorte

O corpo do ex-presidente da Assembleia Legislativa, Reinaldo Moura, foi velado no hall da Alese de meados da tarde dessa quinta-feira (11) até as primeiras horas da manhã dessa sexta-feira (12), quando saiu em cortejo pelas ruas de Aracaju, em direção ao estádio João Hora, de propriedade do Club Sportivo Sergipe, onde mais homenagens serão feitas ao ex-deputado, que além de sua paixão por política e pelo radiojornalismo, também era um torcedor colorado fanático. Mas durante o velório, diversas autoridades e políticos deixaram registros da amizade e da lealdade de Reinaldo, durante toda a sua trajetória de vida.

 

Luciano Bispo

Deputado estadual Luciano Bispo

O presidente da Alese, deputado estadual Luciano Bispo (MDB), relembrou o período entre 1995 e 1996, quando conviveu com Reinaldo Moura no parlamento estadual. “Fomos colegas aqui na Alese por dois anos e, depois, com ele na condição de conselheiro do Tribunal de Contas e eu como prefeito municipal. Reinaldo era um homem público que se posicionava, que tinha opinião própria e que não escondia seus sentimentos. Um bom amigo, sincero, um grande desportista, chegou a assumir o governo e deixou um legado muito bonito, muito importante. Nós lamentamos esta perda para a política de Sergipe”.

 

Venâncio Fonseca

Visivelmente emocionado, o diretor de Relações Institucionais da Casa, o ex-deputado Venâncio Fonseca, disse que o momento é de muita dor e tristeza pela perda de um amigo exemplar. “Reinaldo (Moura) foi um parlamentar fantástico! Um homem público que vai deixar exemplos para o Estado, como amigo, pelo amor que tinha pelos sergipanos, uma figura que fazia política com o coração e que amava o esporte. Aqui na Alese ele foi presidente, foi líder…ele deixa um grande exemplo para a geração atual e para as próximas que ocuparão assento neste parlamento. Perdemos um grande tribuno, de bem com a vida e de raciocínio rápido”.

 

Jorge Alberto

Ex-deputado estadual e ex-deputado federal, Jorge Alberto destacou o excelente relacionamento que manteve com Reinaldo Moura durante sua passagem pela Alese. “Tivemos uma convivência muito boa, com ele sempre aberto ao diálogo, homem de sorriso fácil. Me recordo que todas as quintas-feiras nós saíamos, alguns deputados, para bater papo, trocar ideias, conversar sobre o nosso Estado e as nossas ações legislativas. Reinaldo foi líder do governo Albano Franco e aqueles encontros serviam para estreitar nossa relação com o próprio Executivo pela forma como ele tratava os colegas.

 

Marcélio Bonfim

Ex-vereador Marcélio Bonfim

Ex-vereador de Aracaju, e um militante histórico na luta pela redemocratização do País, Marcélio Bonfim não mede as palavras para reconhecer o espírito público de Reinaldo Moura. “Conheço como radialista, como político e como um cidadão de bem, que o povo sergipano teve a honra de tê-lo enquanto representante. Você não encontra um inimigo de Reinaldo! As divergências políticas, inclusive ideológicas, eram superadas; ele jamais agredia. Sempre respeitava! Por isso eu estou aqui, para homenagear um cidadão de bem, que ninguém nesse Estado tem algo a dizer contrário. Que sua história sirva para os novos e velhos políticos repensarem suas práticas”.

 

Antônio Passos

Ex-deputado Antônio Passos

O ex-presidente da Alese e ex-prefeito de Ribeirópolis, Antônio Passos, lembrou de sua convivência com Reinaldo Moura no parlamento, inclusive junto com seu pai, o também ex-deputado Chico Passos (in memoriam). “Fazíamos parte da mesma agremiação partidária e éramos liderados por João Alves Filho. Reinaldo era um parlamentar atuante, e que, como presidente, fez bons mandatos. Reinaldo deixou um legado positivo, como parlamentar, como conselheiro do TCE e, inclusive, como pai. Tenho certeza que André (Moura) segue muito do que ele falava. Era um grande companheiro”.

 

Rogério Carvalho

Senador da República por Sergipe, Rogério Carvalho (PT) externou gratidão por Reinaldo Moura, sobretudo em um determinado momento de sua trajetória. “Tinha muita gratidão por ele, sempre disse isso; em um momento difícil de minha vida Reinaldo me acolheu. Quando eu saí da Alese, durante um jantar ele me disse algo que não tiro da mente: que na política dizer sim é a coisa mais fácil; mas saber dizer o não, ter sinceridade com as pessoas, é o mais difícil e importante aprendizado que o político deve ter. Reinaldo tinha uma atuação plural, radialista, político, dirigente, desportista, conselheiro atuante…ele deixa um legado importante”.

 

João Fontes

Ex-deputado João Fontes

O ex-deputado federal João Fontes avalia que a morte tira o “charme da política sergipana. “Reinaldo tem uma simbologia muito forte porque esteve envolvido com os segmentos mais próximos da sociedade: o rádio e a política. Nasceu como líder de João Alves em 1982 e sua primeira candidatura nasceu na casa de meu sogro, que era vizinho dele, e minha sogra era medida pediátrica de André e Patrícia. Tínhamos uma relação muito forte e, às vezes, a gente se bicava. Faz parte do jogo. Reinaldo trouxe o charme para a política e hoje, sem ele, ficou um vazio, em vários segmentos da sociedade”.

 

Jerônimo Reis

Ex-deputado Jerônimo Reis

Outro ex-deputado que conviveu com Reinaldo e externou seu espírito público foi Jerônimo Reis. “Entrei na política junto com ele. Foram quatro anos de muito aprendizado. E mesmo depois nós mantivemos uma grande amizade, com vários finais de semana juntos; às vezes na casa dele, outras em minha casa ou de outros amigos. Sua partida representa uma grande perda porque ele estava muito vivo, participando ativamente da vida pública do nosso Estado. Reinaldo Moura será sempre lembrado pelo povo sergipano”.

 

José Carlos Machado

Ex-deputado José Carlos Machado

O ex-deputado José Carlos Machado pontuou que sua amizade com Reinaldo vem desde 1975/1976. “Ele vereador de Aracaju, João Alves prefeito e eu diretor de obras. Em seu programa ele fazia duras críticas e algumas delas eu tinha que resolver. Aquilo foi nos aproximando. Nossa convivência se acentuou na Alese em 1987, com Valadares governador. A experiência e a forma de tratar a todos, ajudou Reinaldo e ao governo. E aí veio a Constituinte, quando ele teve um papel fundamental, tanto que nas comemorações dos 30 anos ele foi merecidamente elogiado”.

 

“Todas as quintas-feiras, após as sessões da Assembleia, um grupo de deputados ia para a casa dele tomar cerveja e jogar baralho. Hoje isso é quase impossível! E entre os iam para a casa dele, três ou quatro eram da oposição, e um deles era Marcelo Déda. Ele tinha essa capacidade. Reinaldo era uma figura política extraordinária, radialista competente e um desportista apaixonado pelo Sergipe. Um pai dedicado, um grande legado, que precisa ser continuado por seus filhos”, completou um emocionado José Carlos Machado.

 

Zezinho Sobral

Deputado estadual Zezinho Sobral

O atual líder do governo na Alese, deputado estadual Zezinho Sobral (PODE) também se emocionou ao lembrar da relação que Reinaldo mantinha com seu pai, Zé Sobral (in memoriam). “Reinaldo sempre foi uma alma boa, um homem bom, franco, sincero, inteligente, grande comunicador, a frente do seu tempo. Ocupou funções importante no Estado, presidente desta Casa, conselheiro do TCE, apaixonado pelo Sergipe, sem nunca perder sua referência, próximo dos amigos, do homem do campo, das confraternizações. Muito amigo de meu pai aqui na Alese. Lamentamos muito”.

 

Fábio Mitidieri

O deputado federal Fábio Mitidieri (PSD), filho do ex-deputado Luiz Mitidieri, pontuou que Reinaldo Moura deixa um legado de espírito público que fará muita falta a Sergipe. “Sua partida foi repentina, mas sua história é eterna. Seu legado de homem sério, de bem, direito, leal e correto fica como exemplo para a política sergipana. Eu tenho muitas histórias com Reinaldo, ele muito amigo de meu pai, como presidente da Assembleia. Ficava muito feliz em vê-lo rejuvenescendo com suas participações nas redes sociais. Tenho fé em Deus que ele estará lá no céu torcendo por nós”.

 

Zeca da Silva

Secretário e ex-deputado Zeca da Silva

Outro que se emocionou muito em prestar sua homenagem para Reinaldo Moura foi o atual secretário de Estado da Agricultura, Zeca da Silva. “Reinaldo foi um professor em todos os sentidos. Com dignidade, lutou e trabalhou a vida inteira pelo seu povo, sempre buscou unidade com seus filhos, um amigo fiel, um homem inteligente que pensava à frente de seu tempo. Soube aproveitar e passou aqui na terra dando o máximo em tudo o que fazia. Amava Japaratuba, brigava com alguém sempre com sinceridade, fez história na Alese, presidiu a Casa, foi líder do governo e da oposição, um homem de caráter”.

 

Fabiano Oliveira

O vereador Fabiano Oliveira (PP) enfatizou que Reinaldo Moura era um amigo da Comunicação e um homem público que sempre cumpriu com os seus deveres. “Um amigo excepcional, de toda a família Augustu’s. Tive a oportunidade de ficar oito anos neste parlamento da Alese, quando ele foi presidente desta Casa, o que representou um aprendizado muito grande. A secretaria de Estado da Cultura e do Turismo foi criada com a garra dele enquanto presidente da Assembleia. Reinaldo deixa seu legado e nós deixamos nossa solidariedade e um viva ao Rei!”.

 

Vinícius Porto

Vereador Vinícius Porto

O também vereador Vinícius Porto (PDT) também falou da importância de Reinaldo Moura para a vida pública de Sergipe. “Tive a satisfação de ser um dos eleitores de Reinaldo Moura. Na última eleição da qual ele participou eu pude acompanhar bem de perto, conhecê-lo, um cidadão de bem, um amigo dos amigos, alguém que tinha uma vontade imensa de viver. Perdemos um ex-presidente da Alese, do Tribunal de Contas, um ex-vereador por Aracaju. Reinaldo deixou uma marca muito grande e todos nós ficamos muito triste com a sua partida”.

 

Jeferson Andrade

Deputado estadual Jeferson Andrade

O 1º secretário da Alese, deputado estadual Jeferson Andrade (PSD), filho do ex-deputado e hoje conselheiro Ulices Andrade, destacou a relação amigável que manteve com Reinaldo. “Muito além das questões políticas, era um amigo pessoal, que desde os meus 10 anos me orientava, do jeito dele. Foi um dos maiores articuladores políticos da nossa geração pode acompanhar. Um homem agradável e muito leal, que fará muita falta. Cheio de entusiasmo pelo Poder Público, pela Alese, pelo TCE. Fez muito por Sergipe e as próximas gerações terão muito o que falar sobre o seu legado”.

 

Katarina Feitoza

A vice-prefeita de Aracaju, Katarina Feitoza (PSD), resumiu Reinaldo Moura como “um ser humano fantástico”. “Quem teve oportunidade de conviver com ele, percebe sua importância. Não tinha uma amizade próxima a ele, mas sempre fui fã e tinha admiração. Assistia sua atuação enquanto radialista, vereador, deputado e conselheiro…um homem apaixonado pelo esporte, sempre feliz, muito educado e que deixou sua marca na história. Somos muito felizes por temos uma pessoa como ele no nosso convívio, apaixonado por Japaratuba, Pirambu e Aracaju”.

 

Ibrain Monteiro

Deputado estadual Ibrain Monteiro

Filho do ex-deputado e ex-prefeito Valmir Monteiro, o deputado Ibrain Monteiro (PSC) foi outro que enalteceu o espírito republicano e amigo de Reinaldo Moura. “Um grande homem, um grande ser humano. Reinaldo Moura vai deixar sua história registrada. Sua partida deixa um vazio muito grande para a sua família e todos nós sergipanos. Nosso Estado vai lembrar e destacar sempre o legado deixado por ele. Todos nós lamentamos muito tudo isso, pela forma repentina como tudo aconteceu”.

 

Augusto Bezerra

O ex-deputado estadual Augusto Bezerra veio prestar suas últimas homenagens ao amigo Reinaldo Moura e destacou a convivência que manteve na Alese com toda a família Moura. “Fui deputado com Reinaldo, com Lila e com André Moura. Reinaldo foi presidente desta Casa, foi para o TCE e eu tive o prazer de ser o relator de sua indicação ao Tribunal. Construímos uma amizade grande. Sergipe perde um grande homem púbico, bastante antenado e que poderia ainda prestar muitos serviços ao nosso Estado”.

 

Jorginho Araújo

Superintendente Jorginho Araújo

Filho do ex-deputado estadual Jorge Araújo, o Superintendente de Relações Institucionais da CMA, Jorginho Araújo, disse que Sergipe sente muito a perda de Reinaldo. “Sem dúvida que Reinaldo representa uma perda gigantesca para o nosso Estado e que ficará eternizado em nossos corações. Uma figura carismática, desportista nato, sempre tivemos respeito, um pelo outro; não acompanhei seus programas de auditório, mas ouvi sempre as melhores referências. Passou pela CMA, foi presidente da Alese e do TCE. De fino trato, se relacionava bem com todos”.

 

Emanuel Cacho

Advogado Emanuel Cacho

“Da figura pública todo mundo conhece, mas eu pude conhecer e conviver com a figura humana de Reinaldo Moura. O conheci antes da política e do rádio. Comandou o programa mais ouvido nas manhãs radiofônicas. Como político deu aula e deixou o legado que a palavra do homem vale mais que o documento assinado. Nunca deixou de cumprir com o compromisso acertado. Um grande pai e político que amava sua família”, destacou o advogado Emanuel Cacho, muito amigo de Reinaldo e de toda a família Moura.

 

Josenito Vitale

O presidente da Câmara Municipal de Aracaju, Josenito Vitale (PSD), o “Nitinho”, destacou a dedicação de Reinaldo Moura para o trabalho e pelo povo de Sergipe. “Trabalhou muito para conquistar, como vereador, deputado e conselheiro do TCE. Deixou um legado de amizade, carinho, um homem que amava o esporte, que abraçava o futebol sergipano. Reinaldo terminou sua vida com alegria, viajando, com um jeito querido de tratar os amigos. Deixou um legado inesquecível! Deixou sua marca por onde passou”.

 

Gracinha Garcez

Deputada estadual Gracinha Garcez

A deputada estadual Gracinha Garcez (PSD) enumerou considerações positivas sobre a trajetória de Reinaldo Moura. “Sergipe perde muito com a partida de Reinaldo Moura. Um homem íntegro, um grande político. Estamos todos entristecidos. Foi vereador, radialista, deputado estadual, conselheiro do Tribunal de Contas. Um vencedor, um amigo dos amigos, um amigo do povo sergipano. Um guerreiro, um grande líder. Que Deus o acolha porque se trata de um ser humano iluminado”.

 

Zezinho Guimarães

O deputado estadual Zezinho Guimarães (MDB) sentiu muito o falecimento de Reinaldo Moura. “Reinaldo escreveu um livro na nossa história. No rádio, na política, como conselheiro no Tribunal de Contas, no Sergipe como comandante. É um amigo dos amigos, uma grande perda, um espírito público e republicano…uma coisa estúpida que nós não conseguimos explicar direito. Só Deus! Espero que ele dê conforto aos familiares, a meu amigo André Moura, que tenham força para suportar esta dor. Que Reinaldo descanse em paz. São as coisas da vida…”.

 

Maísa Mitidieri

Deputada estadual Maísa Mitidieri

A também deputada Maísa Mitidieri (PSD), filha do ex-deputado Luiz Mitidieri, disse que Sergipe não perdeu apenas uma grande figura pública, um ser humano especial com a partida de Reinaldo Moura. “Reinaldo era um grande desportista, um grande ser humano que trabalhou e contribuiu muito por Sergipe. Deixa um legado muito grande. Defendia um esporte, deixou uma grande história que precisa ser continuada por seus familiares”.

 

Pastor Antônio

O ex-deputado estadual Pastor Antônio dos Santos também conviveu com a família Moura na Alese. “Reinaldo e eu, coincidentemente, nós nascemos em Japaratuba. Ele fez história como radialista e nós o ouvíamos muito. Quando vim morar em Aracaju ficamos mais próximos. Acompanhei seus mandatos e seus programas, de uma audiência enorme. Isso o levou a uma condição de se tornar um grande parlamentar, surpreendendo a todos nós com esta partida súbita. Tivemos uma convivência amigável, ele já tinha saído para o TCE, mas sempre tivemos amizade e muito respeito, algo que se estendeu com Lila e André Moura aqui na Alese. Uma habilidade e competência invejável”.

 

Gilson dos Anjos

Ex-prefeito Gilson dos Anjos

Ex-prefeito da Barra dos Coqueiros, e muito próximo da família Moura, Gilson dos Anjos lamentou muito o falecimento repentino de Reinaldo Moura. “Uma perda para o Estado e para os amigos. Como deputado, conselheiro e cidadão comum, Reinaldo sempre foi muito prestativo, que sempre procurou fazer, a ajudar os amigos. Nós sabemos do tamanho da dor, da falta que ele fará e da sua importância para o Estado e sua família”.

 

Pastor Eduardo Lima

O vereador de Aracaju, Pastor Eduardo Lima (Republicanos) entende que o legado de Reinaldo Moura ficará marcado para a história de Sergipe. “Eu conheci tem pouco tempo Reinaldo Moura, mas já conhecia muito da sua história. Reinaldo Moura foi vereador, deputado estadual e conselheiro do Tribunal de Contas. Deixa um legado muito grande, ele nos deixa, mas sua história continua e vai se perpetuar. Em cada sala de aula deste Estado seu nome será lembrado. Isso é importante. Vamos recordar as alegrias que ele trouxe para o nosso povo”.

 

Gilson Andrade

Ex-deputado Gilson Andrade

O prefeito de Estância, Gilson Andrade (PSD), explicou que conheceu Reinaldo Moura ainda como radialista. “Era um dos programas de maior audiência. Excelente comunicador e que depois seguiu para a política. Grande parlamentar, articulador, foi presidente da Alese e fez um grande trabalho enquanto conselheiro do TCE. Nunca deixou de viver a vida do nosso Estado, nunca deixou de se envolver. Acima da média em termos de inteligência e percepção. Deixa um grande legado, um grande aprendizado. Sergipe inteiro fica triste com sua partida”.

 

Fotos: Joel Luiz e Jadílson Simões