Por Habacuque Villacorte

A Assembleia Legislativa do Estado de Sergipe registra enorme pesar pelo falecimento de seu ex-presidente, o radialista Reinaldo Moura, nessa quinta-feira (11), aos 77 anos, em um hospital particular de Aracaju. Após deixar o parlamento estadual, Reinaldo também exerceu a função de conselheiro do Tribunal de Contas. O velório acontece na tarde desta quinta-feira (11), a partir das 14h, no hall da Casa Legislativa.

Reinaldo estava internado desde a noite de terça-feira (9), quando retornou de uma viagem, após ser diagnosticado com um Aneurisma de Aorta. Nessa quarta-feira (10), o ex-deputado foi submetido a um procedimento cirúrgico demorado. Depois do procedimento, amigos e familiares promoveram uma campanha nas redes sociais solicitando a doação de sangue. Após ser submetido a um procedimento de hemodiálise, da noite de ontem até as primeiras horas dessa quinta-feira, Reinaldo Moura não resistiu e acabou falecendo.

Natural de Japaratuba, Reinaldo Moura foi cinco vezes deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa por dois mandatos, antes de ser indicado para o cargo de conselheiro do Tribunal de Contas, órgão que também presidiu e onde se aposentou de forma compulsória. Reinaldo tinha uma grande relação afetiva com a Assembleia Legislativa. Ele foi casado com a ex-deputada estadual Lila Moura e é pai de Patrícia e do ex-deputado estadual e ex-1º secretário da Alese, André Moura.

Os deputados estaduais da Casa Legislativa externam consternação pelo falecimento e se solidarizam com familiares e amigos neste momento de dor e sofrimento.