O deputado Moritos Matos participou nesta segunda-feira, 22, do Jornal da Alese 1ª edição, e foi entrevistado pelo jornalista Euller Ferreira, da TV Alese, canal aberto 48.2. O parlamentar falou sobre os trabalhos realizados na Assembleia Legislativa de Sergipe – Alese – em 2017 – citando a questão do Turismo Religioso, do S.O.S Emprego e da luta pela manutenção da Maternidade de Capela. “A questão da Maternidade foi uma vitória grande, continuo acompanhando de perto essa questão. O Governo do Estado já entregou uma ambulância e contratou alguns obstetras. O risco de fechamento foi afastado”; enfatiza Matos.

Além disso, o deputado Matos falou sobre as ações para 2018 e o desejo de lutar pela reeleição. “De acordo com dados da Alese, fui o terceiro parlamentar mais atuante na Assembleia em 2017, apresentamos 19 projetos, 8 aprovados e cinco já viraram lei, três aguardam a assinatura do governador. Um trabalho meu e de toda a equipe. E é importante enfatizar que não tenho nenhuma votação contra o povo. Faço uma política independente e que visa o lado do trabalhador e vou continuar dessa mesma maneira em 2018. Política é missão e não profissão”, afirma o parlamentar.

Moritos Matos vai lutar pela aprovação de dois projetos este ano. “O Projeto de Lei no 204/ 2017, que dispõe sobre notificação da validade da carteira nacional de habilitação. O Departamento Estadual de Trânsito de Sergipe deve notificar aos condutores, devidamente regularizados no órgão, sobre a proximidade da data de validade da carteira nacional de habilitação. A notificação deve ser emitida de forma impressa destinada ao endereço do condutor com, pelo menos, trinta dias de antecedência”, explica o deputado Matos.

O outro projeto citado pelo parlamentar é o no 205/2017, que dispõe sobre a taxa para renovação da Carteira Nacional de Habilitação – CNH – para condutores com idade igual ou superior a 65 anos. A taxa de renovação da CNH para condutores com essa idade deve ser menor que a taxa cobrada aos motoristas com idade inferior. “Porque, de acordo com o artigo 147 do Código Nacional de Trânsito, a renovação da carteira de pessoas com idade igual ou superior a 65 anos é feita a cada três anos e não cinco como acontece com os demais condutores. Ou seja, eles devem pagar 60% do valor cobrado atualmente em Sergipe que é de R$ 182,07”, ressalta o deputado Moritos Matos.

Reunião sobre turismo

Em relação ao turismo religioso o emprenho do parlamentar não vai parar em 2018. A lei sobre o tema foi sancionada pelo governador Jackson Barreto e foi publicada no Diário Oficial. “Temos um grupo formada para discutir os problemas e encontrar soluções para o fomentar o turismo em Sergipe. Essa comissão é formada por representantes da Secretaria de Estado do Turismo, prefeituras de Aracaju, São Cristóvão, Laranjeiras, Divina Pastora, da Arquidiocese, dos guias turísticos, da Secretaria de Cultura do Estado e do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – Iphan”, cita o deputado Matos. Ele acrescenta que a próxima reunião desta comissão irá acontecer na quarta-feira, 24, na Secretaria de Estado do Turismo – Setur.

 

Assessoria de Imprensa do Parlamentar

 

Fotos: Andréa Oliveira