Maria Mendonça faz menção ao Dia Mundial da Segurança e Saúde no Trabalho

Por Stephanie Macêdo- Agência Alese

 

Em uso da Tribuna, a deputada Maria Mendonça (PDT), fez menção à celebração da data de hoje, dia 28 de abril, quando no ano de 1969, uma explosão numa mina no estado norte-americano da Virginia matou 78 mineiros. Em 2003, a Organização Internacional do Trabalho (OIT) instituiu a data como o ‘Dia Mundial da Segurança e Saúde no Trabalho’, em memória às vítimas de acidentes e doenças relacionadas ao trabalho. No Brasil, a Lei 11.121/2005 instituiu o mesmo dia como o Dia Nacional em Memória das Vítimas de Acidentes e Doenças do Trabalho’.

Sergipe

 Já em  Sergipe, abril passou a ser  o mês especial de conscientização sobre o tema por força da Lei Estadual de n°8.131 de 2019 de autoria da deputada Maria Mendonça (PDT). A parlamentar defende que o ‘Abril Verde’ é mais que uma data, representa um movimento de alerta que deve repercutir em todas as esferas para estimular a adoção de procedimentos diários para prevenção aos acidentes.

“Não poderia deixar de ocupar a Tribuna no dia de hoje, data alusiva ao Dia Mundial de Segurança e Saúde, bem como Dia Nacional em Memória das Vítimas de Acidentes e Doenças do Trabalho’ para registrar a importância da adoção de medidas capazes de prevenir tais acidentes, a exemplo do uso de Equipamentos de Proteção Individual (IPI). A abordagem é necessária, pois em razão dos efeitos causados as vítimas e nações. O acidente quando acontece mexe com a família e com todos, não só com os trabalhados e empregados, mas com toda a sociedade”, revela a deputada.

O  evento ‘Abril Verde’ foi incluído no Calendário Oficial do Estado de Sergipe, a ser celebrado anualmente. A lei Estadual também expressa que os servidores públicos devem ser estimulados a usarem adereços ou vestimenta na cor verde, durante o mês de abril. O símbolo adotado para a campanha de celebração e alerta para o mês ‘Abril Verde’ é o uso de laço verde, em roupas ou afixados em locais.

Dados

Segundo os dados do Anuário Estatístico de Acidente de Trabalho (AET 2017), o Brasil vem conseguindo reduzir, nos últimos anos, o número de mortes (de 2.288 em 2016 para 2.096 em 2017) e acidentes registrados (de 585.626 em 2016 para 549.405 em 2017) no ambiente de trabalho. Os dados ainda são preocupantes, considerando que o país ocupa o quarto lugar no ranking mundial. No Brasil, a cada 48 segundos, acontece um acidente de trabalho e, a cada 3h38min, um trabalhador perde a vida, conforme Procuradoria Geral do Trabalho em Brasília.

 

Foto: Jadilson Simões- Alese

 

Outras notícias para você