A deputada estadual Maria Mendonça (PSDB) externou sua indignação com a Secretaria de Estado da Saúde (SES) que inaugurou uma obra inacabada do Centro de Nefrologia no Hospital de Urgências de Sergipe (Huse). Na tribuna da Assembleia Legislativa, nesta segunda-feira (9), a parlamentar lastimou a postura do Governo que, a seu ver, “desrespeita os pacientes renais crônicos sergipanos que enxergam na unidade especializada a esperança de acesso a um tratamento qualificado”.

Maria Mendonça destacou que a abertura do centro de Nefrologia deve dobrar a capacidade de realização dos procedimentos de hemodiálise naquela unidade, no entanto, toda a ação do Governo de inauguração do espaço, na semana passada, não passou de marketing. “Para surpresa de todos nós, a inauguração foi mais um engodo”, lamentou Maria, solidarizando-se com os “mais de dois mil pacientes renais que já sofrem tanto com a severidade da doença e com as deficiências no tratamento ofertado pela rede pública”.

As imagens divulgadas pela Associação dos Renais Crônicos e Transplantados de Sergipe (Arcrese) e reproduzidas pela parlamentar no plenário da Alese, segundo pontuou Maria, reforçam que, “como tenho alertado nesta Casa, reiteradas vezes, há graves problemas de gestão na administração estadual, que agora, estão sendo vistos não apenas pelas minhas lentes, mas pelos olhos de todos os cidadãos sergipanos”. A deputada cobrou uma medida enérgica do Executivo no sentido de “viabilizar a conclusão da obra do Centro de Nefrologia e o adequado atendimento aos pacientes renais do Estado”.

 

Da Assessoria da Parlamentar

 

Foto: César de Oliveira