Por Assessoria do Parlamentar

Os parlamentares sergipanos aprovaram nesta terça-feira, 21, a indicação nº 690/2021, de autoria do deputado estadual Luciano Pimentel. A propositura solicita ao Governo de Sergipe a inclusão da cadeia produtiva do arroz, do município de Neópolis, no programa social “Mão Amiga”, que assegura a subsistência dos trabalhadores rurais nos períodos de entressafra.

Segundo o parlamentar, Neópolis tem na cultura do arroz um dos maiores pilares produtivos da cidade, sendo a única região do estado que o produz de forma concentrada. De acordo com ele, esse fato motivou o vereador do município, José Antônio (Nito), a apresentar a demanda e pedir apoio para assegurar que os produtores neopolitanos também sejam beneficiados com esse programa.

“Cerca de 713 famílias de agricultores vivem diretamente do plantio do arroz, sem esse o único meio de sustento familiar. E no período de entressafras, que compreende sete meses, surgem sérios problemas para essas famílias, que encontram dificuldades para arcar com os custos do lar”, destaca Luciano Pimentel.

Com a aprovação na Assembleia Legislativa, a indicação segue para o Governo do Estado e para Secretaria Estadual de Inclusão e Assistência Social (SEIAS).

Mão Amiga

Amparado pela legislação estadual de nº 7.517/2012, o “Mão Amiga” oferece aos trabalhadores rurais um auxílio de R$ 760, dividido em quatro parcelas de R$ 190, nos meses de entressafra. Em contrapartida, os beneficiários devem participar de cursos de capacitação ou alfabetização, além de seminários patrocinados pelo Estado, que têm com o objetivo de oferecer um aprendizado e qualificação direcionados às atividades que já desenvolvem.