O presidente da Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese), o deputado estadual Luciano Bispo (PMDB), iniciou sua agenda parlamentar concedendo entrevista à Rádio Fan FM 99,7, na manhã desta segunda- feira (29). Na oportunidade, falou sobre sucessão estadual nas eleições deste ano, reforma da previdência, política estadual da carcinicultura, concurso da Alese, entre outros.

 

Ativos e Inativos – Pagamento de Folha

 

Questionado a respeito do atraso do pagamento dos ativos e inativos de que o governo não paga a folha porque não quer, afirmação dada pelo presidente do Sindifisco (Sindicato do Fisco do Estado de Sergipe), Paulo Roberto Pedroza nesta manhã à Radio Fan, Bispo diz que essa informação não procede. De acordo com o presidente da Casa Legislativa, o valor de 550 bilhões de receita do Estado são distribuídos aos municípios, saúde, educação, ação social, além os Poderes. “Nenhum governador iria ter dinheiro em caixa e não pagar a folha. Não faz sentido essa declaração de Pedroza. Que se cobre, que se faça avaliação eu estou de acordo. O governador Jackson Barreto está tentando resolver a situação o mais breve. Vale destacar que o Estado paga 85% em dia, além de está fazendo reajustes para sanar esse problema pagando no máximo até o dia 10 de cada mês, e os Poderes tem colaborado com a questão, no sentido de assumir 10% dos aposentados este ano ano, somos parceiros do governo”, frisou o presidente da Casa Legislativa.

 

Projeto de Lei Carcinicultura

 

De acordo com Luciano Bispo, o PL que trata da Carnicicultura de sua autoria, sancionado em Lei Estadual 8327/2017 no dia 26 de janeiro, pelo Governador Jackson Barreto, na cidade de Brejo Grande, no ginásio de esportes, leva o nome de Itamar Rocha, em homenagem ao engenheiro de pesca e presidente da Associação Brasileira dos Criadores de Camarão (ABCC), é uma das grandes vitórias para Sergipe. “Os carnicicultores são lutadores. Eles têm tudo: a água, terra e a mão de obra.Por isso, o papel dos criadores de camarão para o desenvolvimento da região é fundamental”, ressaltou Bispo acrescentando ” O faturamento do camarão é maior do que o milho em Sergipe”.
O Projeto, dispõe sobre o fomento, a proteção e a regulamentação da mesma, reconhecendo-a como atividade agrosilvopastoril, de relevante interesse social e econômico, estabelecendo as condições para o seu desenvolvimento sustentável no Estado.

 

Política Sergipana- O abraço de JB e André Moura

 

Sobre o abraço, Luciano respondeu com firmeza, relembrando sua militância na política no sentido de tradição de que os políticos quando se tratava de Sergipe, se uniam para defender o Estado em Brasília. Portanto, essa questão de André com JB não há problema algum. O que não pode acontecer é deixar Sergipe esquecido, disse o deputado finalizando sua fala, “Eu não tenho nenhuma dúvida que políticamente André vai andar com o bloco político dele (Valadares, Eduardo Amorim…), assim como a gente e os nossos aliados. Nós estamos arrumando a nossa casa, no sentido de termos pré – candidatos a governo, senado, na esfera federal e estadual”.

_DSC3453
Por Agência de Notícias Alese
Fotos: Jadilson Simões