Por Ascom Parlamentar

A deputada estadual e vice-presidente da secretaria de Proteção à Fauna da União das Assembleias Legislativas Estaduais (Unale), Kitty Lima (Cidadania), esteve em Pernambuco durante a última semana para participar do Seminário de Promoção e Defesa da Cidadania da Unale no Nordeste. A oportunidade serviu, também, para que a parlamentar sergipana conhecesse as instalações do Hospital Veterinário de Recife, bem como o seu Centro de Controle de Zoonoses (CCZ).

O hospital veterinário, cujo funcionamento ocorre 100% de forma pública, foi o primeiro espaço visitado pela deputada, que indicou o exemplo de funcionamento para Aracaju e as demais prefeituras do estado. “Nós vimos que o hospital ainda funciona com 40% da sua estrutura, mas que tem apresentado bons números. Lá são atendidos, diariamente, mais de 200 animais em situações clínicas e de urgência. Aracaju precisa se atentar a esses exemplos e iniciar o planejamento de um equipamento semelhante”, alerta Kitty Lima.

A deputada alerta, porém, que mesmo sendo um local em que ocorrem vários atendimentos, além de castrações e de cirurgias das mais variadas, o espaço ainda carece de uma maior amplitude nos atendimentos. “Apesar de ser um exemplo para Aracaju e para os demais municípios, é algo que ainda não funciona 24h e não possui internamento. É algo que precisa ser aprimorado, mas que já segue um caminho de grande avanço”, destaca.

Centro de Controle de Zoonoses

Outro ponto visitado em Recife foi o CCZ, local em que Kitty Lima constatou, por exemplo, que o funcionamento ocorre de forma totalmente inversa ao registrado em Aracaju, onde o centro é alvo de diversas reclamações e denúncias constantes. “É um local em que são feitas castrações e consultas clínicas diariamente, além de estrutura de canil para abrigar alguns animais que são colocados para adoção. É um caminho a ser seguido pelo CCZ de Aracaju para que possamos melhorar a saúde pública animal e humana”, complementa.

Durante o mandato de vereadora, Kitty Lima tentou e cobrou por diversas vezes que a Prefeitura de Aracaju firmasse uma parceria com o curso de Medicina Veterinária da Universidade Federal de Sergipe (UFS) para a criação de um Hospital Veterinário Municipal, mas não obteve êxito nos apelos. “É um luta que temos pela estruturação de uma saúde pública voltada para os animais e infelizmente não vemos o mesmo desejo da gestão de Aracaju”, conclui.