Por Ascom Parlamentar

A criação de uma Coordenadoria de Defesa à Fauna foi pauta da reunião entre a deputada estadual Kitty Lima (Cidadania) e o procurador-geral do Ministério Público Estadual (MPE), Eduardo D’Ávilla. A proposta apresentada pela parlamentar tem como objetivo fortalecer a defesa dos direitos e proteção da vida animal por meio de uma força-tarefa composta por órgãos públicos e entidades da sociedade civil.

A iniciativa é fruto da visita que a deputada realizou em agosto ao MP de Minas Gerais como vice-presidente do Grupo de Proteção à Fauna da União Nacional dos Legisladores (Unale), onde já funciona uma rede de proteção à fauna e à causa animal, e que tem como objetivo fortalecer o trabalho de fiscalização e combate à situações que coloquem o bem-estar animal em risco.

Em Minas Gerais, por meio de um grupo formado por diversos órgãos públicos e entidades da sociedade civil, foi criada uma delegacia especial que funciona de forma integrada 24 horas por dia para atender as denúncias de violência contra animais. O trabalho conjunto possibilita uma atuação mais rápida e eficaz para o atendimento aos animais, além da identificação e punição dos agressores.

“Eu quis conversar pessoalmente com o Eduardo D’Ávilla para explicar a ele que existe uma carência muito grande em relação aos mecanismos específicos a proteção dos animais aqui em Sergipe. Essa proposta vai unificar os poderes Legislativo, Executivo e Judiciário para uma grande união no combate a violência contra os animais, uma atuação que transformará Sergipe em referência na proteção animal no país”, explicou Kitty.

“Estou trazendo essa proposta para Sergipe porque está comprovado que esse trabalho funciona em Minas Gerais, um estado com mais 800 municípios, e se dá certo por lá, tem tudo para dar certo aqui também”, completou a deputada, que no início de setembro esteve reunida também com o promotor de Justiça do Meio Ambiente e Urbanismo, Eduardo Matos.

“Meu primeiro contato foi com o Eduardo Matos, que se mostrou bastante entusiasmado e empenhado para fazer essa coordenadoria acontecer, e agora com essa visita a Eduardo D’Ávilla sinto que estamos ganhando mais força para fazer esse projeto acontecer”, comemorou Kitty.

A deputada lembrou ainda que a Unale pretende fomentar um diálogo nacional para implementar esse modelo de atuação de proteção à fauna em todo o país.

“A luta em defesa dos animais e de combate as mais diversas formas de situações que colocam a vida animal em risco precisa ser feita de maneira conjunta. Precisamos unir forças para fortalecer essa causa e mostrar, para todo o país, que existem pessoas empenhadas em cuidar e assegurar o direito dos nossos animais”, garantiu Kitty.