Por Assessoria Parlamentar

O mês de janeiro é dedicado à conscientização sobre a hanseníase, doença infecciosa crônica. E, por isso, o deputado Dr. Samuel Carvalho (Cidadania) utilizou suas redes sociais para chamar atenção da sociedade sobre a doença. De acordo com o deputado, são 30 mil novos casos da doença por ano no Brasil, que é o país com o segundo maior número de casos, perdendo apenas para a Índia, por isso a importância d a campanha.

Para Dr. Samuel, muito precisa ser feito para dar visibilidade a campanha, pois a conscientização contribui para o diagnóstico precoce e o tratamento adequado. “Muitas pessoas não sabem o que é hanseníase. A doença também conhecida como Lepra, é uma infecção bacteriana, que pode levar a deformidades físicas. Vejo a necessidade da realização de atividades de educação em saúde com divulgação dos sinais e sintomas da doença por todos os meios de comunicação disponíveis, com o objetivo de esclarecer a população em todas as faixas etárias para o reconhecimento da hanseníase”, afirmou.

A campanha de Janeiro Roxo de 2021 tem como slogan: A hanseníase é negligenciada, mas a saúde não! De acordo com a Sociedade Brasileira de Clínica Médica (SBCM), a partir de dados do Ministério da Saúde, entres as regiões onde a doença é mais frequente está o Nordeste. Dr. Samuel Carvalho ressaltou que é preciso falar sobre o tratamento para essas pessoas. “Hoje existe um tratamento para a lepra que é custeado pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Quanto mais cedo for o tratamento, é possível evitar complicações e até mesmo transmitir a doença para os familiares. Precisamos levar essas informações para as pessoas, seja através das redes sociais, seja de boca a boca ou até mesmo colocando o laço roxo para chamar atenção”, frisou.

PROJETO DE LEI

Dr. Samuel Carvalho afirmou que irá apresentar na Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese) um Projeto de Lei (PL) instituindo o Dia Estadual de Conscientização, Mobilização e Combate a hanseníase. “Estou juntamente com a minha equipe técnica montando um PL para apresentar na Alese para que Sergipe também realize essa campanha muito importante para a saúde, como já é feita em outros estados”, finalizou.