Por Wênia Bandeira

Foi aprovada nesta terça-feira, 27, a indicação Nº 542/2020, de autoria do deputado Capitão Samuel (PSC). A propositura solicita a reforma no Terminal Rodoviário Luiz Garcia, conhecido como Rodoviária Velha, em Aracaju.

O pedido será encaminhado ao Governador Belivaldo Chagas. O parlamentar lembrou que existe uma Ação Civil Pública movida pela Promotoria de Defesa do Consumidor do Ministério Público do Estado para que sejam realizadas melhorias no local.

“A reforma consiste desde a delimitação da rodoviária à questões estruturais da edificação, do entorno e das dificuldades criadas devido ao trânsito de carros, transportes públicos e comerciantes/ambulantes”, falou o deputado.

Segundo Capitão Samuel, o Governo do Estado já conseguiu os recursos na ordem de R$ 5 milhões, através do Programa Sergipe Cidades, resultado da Parceria com o Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Ele ainda salientou que a obra está aguardando a ordem de serviço para ser iniciada.

“A presente demanda urge, uma vez que o terminal encontra-se com problemas estruturais, com fissuras, infiltrações e revestimento cerâmico comprometido, sendo assim, diante da precariedade que encontra-se o terminal se faz necessário que o projeto saia do papel”, acrescentou.

A indicação foi aprovada na sessão mista da Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese).

Reabertura de pré-vestibulares

Também foi aprovada na Alese, a indicação Nº 543/2020. O deputado Capitão Samuel pediu, no documento, que o Governador promova a reabertura de atividades educacionais, no que diz respeito aos cursinhos pré-vestibulares.

“Tendo em vista que os estudantes são maiores crescidos, dotados de maior discernimento para cumprir as regras de proteção e vigilância, promovendo assim um maior controle e proteção”, afirmou o parlamentar.

Concurso para delegado de polícia

Capitão Samuel teve ainda aprovada a indicação Nº 544/2020, que pede a nomeação dos excedentes aprovados no último concurso de delegado de polícia, sob o edital Nº 7. de 12 de junho de 2018. Ele informou que foram abertas 12 vagas para completar os 150 cargos existentes no estado, mas apenas 11 candidatos foram empossados.

“Neste interim, apesar do aumento do número de profissionais, muitos delegados precisam assumir mais do que uma sede, pois algumas cidades e regionais necessitam de um número maior de profissionais para atender a demanda”, falou.

Foto: Jadilson Simões