Por Habacuque Villacorte

O deputado estadual Francisco Gualberto (PT) ocupou a tribuna da Assembleia Legislativa, na manhã dessa quarta-feira (3), para solicitar que os governantes sergipanos mantenham a preocupação e as exigências sobre o uso de máscaras contra a covid-19. O petista entende que governadores de outros Estados já estão liberando a exigência em ambientes aberto, sendo que o vírus continua circulando em meio à sociedade.

Gualberto disse que não é um cientista, mas reforçou que sente muito medo do vírus. “Mesmo vacinado, sinto que não estou livre de infectar alguém ou de ser infectado. Continuo tomando os mesmos cuidados. Me chamou a atenção um dado da Rede Globo, que há algumas semanas a taxa de contágio era de 0,68% e agora passou para 1,4%! E nós temos pouco mais de 70% da nossa população vacinada apenas com a primeira dose e pouco mais de 50% vacinada com a segunda dose”.

O deputado entende que o vírus continua circulando pela sociedade, mas que por conta da vacinação, a gravidade da doença e as mortes hoje estão reduzidas. “Sergipe só tem cerca de 50% das pessoas vacinadas com as duas doses. São dados da própria Secretaria de Estado da Saúde. Com esses dados quero propor à nossa presidência os mesmos cuidados dos outros órgãos, dos outros Poderes, em só permitir o acesso à Alese de quem comprove que, pelo menos já tomou a primeira dose da vacina”.

“O cidadão comum que aqui e não está vacinado ainda, ou é negacionista, um antivacina, que não está preocupado com a sua vida e nem com a do próximo, ou é alguém que tem dificuldade de compreensão, ou seja, algo não está certo e não vejo problema em ter um servidor da Casa consultando se a pessoa está ou não vacinada; a ideia é que isso sirva de incentivo para que as pessoas se vacinem”, completou Gualberto.

Foto: Joel Luiz