Na sessão extraordinária de segunda-feira, 11, o deputado Gilson Andrade (PTC) votou contra o Projeto de Lei do Executivo N° 26/2016, que acrescenta dispositivos na Legislação que dispõe sobre o Ipesaúde. “Sou ou contra a retirada de direitos adquiridos dos servidores públicos instituindo uma alíquota para seus dependentes. Além disso, há 3 anos que o Governo do Estado não reajusta os vencimentos destes servidores e não foi enviado para nós, deputados, a relação das despesas do Ipes para que houvesse uma ampla discussão sobre o referido projeto”, explicou.

Por Autimira Menezes –  Ascom Parlamenta Gilson Andrade