O falecimento do ex-governador de Sergipe, Paulo Barreto de Menezes foi lembrado pelo vice-presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Garibalde Mendonça (PMDB). Segundo o parlamentar, o ex-governador, que comandou Sergipe de 1971 a 1975, deixou um importante legado político e administrativo aos sergipanos. Garibalde lembrou que o período administrado por Paulo Barreto foi um dos piores vividos pelo país, época da ditadura militar.

“Doutor Paulo Barreto nasceu na cidade de Riachuelo em 25 de outubro de 1925, portanto, ele tinha noventa anos de idade”, observou Garibalde, que citou o fato das homenagens serem feitas hoje e não ontem, data do sepultamento. De acordo com o deputado, a sessão especial de abertura do ano legislativo, com a presença do governador Jackson Barreto, impediu que o ex-governador recebesse as devidas homenagens na Alese.

Garibalde disse que Paulo Barreto, engenheiro civil formado pela Escola Politécnica da Bahia, ocupou diversos cargos em Sergipe, especialmente mo governo de Lourival Baptista. “O Batistão foi construído por Lourival, e o engenheiro responsável por aquela obra foi doutor Paulo Barreto. Foi responsável por várias obras em Sergipe. Deixou um legado, deixou uma história registrada em mais de noventa escolas construídas. Por isso a homenagem do nosso partido, o PMDB, e da Assembleia a um dos políticos mais honrados que Sergipe já viu”.

Por Dilson Ramos – Agência Alese de Notícias
Foto: Jorge Henrique