Com o objetivo de aprovar a “Carta de Aracaju”, redigida durante o XXXVI Encontro Nacional dos Servidores, realizado na última terça-feira (31), no Plenário da Assembleia Legislativa Legislativa de Sergipe (Alese), a Fenale participa  da 20ª Conferência Nacional de Legisladores e Legislativos (CNLE).

 

A “Carta de Aracaju” pretende na sua base de luta dentro dos seus estados, sensibilizar os deputados para a retirado da pauta de votação o PLP nº 257, que visa à renegociação da dívida dos estados, e que, afeta diretamente os servidores e o serviço público em geral, no que tange a concursos públicos, o congelamento de salários dos servidores, a licença prêmio.

 
De acordo com o presidente da Fenale, João Moreira, após 23 anos de existência da instituição, somente agora o Ministério do Trabalho concede o registro sindical, reconhecendo a Federação Nacional dos Servidores dos Poderes legislativos, Federal, Estaduais e do Distrito Federal  como entidade representativa de todos os servidores legislativos do Brasil. Ao tempo, a Unale também reconhece a instituição como representante dos deputados.

 

Por Luciana Botto- Agência de Notícias Alese