Por Habacuque Villacorte – Rede Alese

Durante o pequeno expediente da sessão dessa segunda-feira (9) da Assembleia Legislativa, o líder da bancada oposição na Casa, deputado Georgeo Passos (Cidadania) registrou a audiência pública que promoveu pela manhã, no plenário da Alese, para discutir o “Panorama da Assistência Farmacêutica no Cenário Nacional e Local”.

Deputado Georgeo Passos

Georgeo Passos agradeceu as presenças dos colegas deputados do evento e destacou a qualificação dos debates realizados. “Não imaginava a importância dessa classe trabalhadora para a saúde pública. Podemos verificar quanta coisa é desenvolvida por esta categoria que eu não tinha conhecimento”, disse, anunciando que vai apresentar outros projetos de lei do interesse da categoria.

Em seguida, a deputada Kitty Lima (Cidadania) fez a exposição de uma reportagem da TV Atalaia sobre um suposto crime de pedofilia contra uma criança de apenas sete anos que foi abusada sexualmente por um funcionário da escola. A parlamentar expos sua revolta com a informação de que o acusado de ter cometido o crime foi detido e liberado no mesmo dia.

Kitty Lima voltou a cobrar que a Assembleia Legislativa promova a instalação da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Pedofilia proposta pelo também deputado Samuel Carvalho (Cidadania). “Estou aqui cobrando como presidente da Comissão de Cidadania e Direitos Humanos, mas também como mãe. Até agora a CPI da Pedofilia não foi instalada”.

Deputado Zezinho Sobral

Por fim, o líder do governo na Casa, deputado Zezinho Sobral (PODE), disse que protocolou um requerimento para o presidente do Tribunal de Contas promover uma auditoria no contrato de cessão firmado entre os Estado de Sergipe e a Sergás, desde a sua composição societária e a formação do preço do gás no Estado.

“A Sergás e a SG Gás têm a mesma natureza jurídica, foram estabelecidas e instaladas sobre os mesmos moldes, e lá em Santa Catarina eles enfrentaram uma auditoria realizada pelo TCE. As duas têm participação da Mitsui. É de extrema relevância essa auditoria pelo momento que vive o Estado, que precisa estar preparado e estruturado para os investimentos de gás que teremos pela frente”, pontou Sobral.

Fotos: Jadílson Simões