Por Kelly Monique Oliveira – Rede Alese

Preocupados com o avanço do Covid-19, os deputados estaduais estão tomando medidas, em suas bases eleitorais, para ajudar gestores municipais e também o governo estadual. A presidente da Comissão de Saúde, Higiene, Assistência e Previdência Social da Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese), a deputada Janier Mota (PR), destacou que o governador Belivaldo Chagas está agindo de forma correta para combater a pandemia do coronavírus no estado.

“O governador está de parabéns. Ele está agindo de forma correta, coerente, humana e está fazendo todos os esforços para ampliar e destinar as Unidades de Tratamentos Intensivos (UTIs) dos hospitais estaduais para as pessoas com coronavírus nesse momento de pandemia. A gente sabe que tem muito a ser feito, mas percebe que os esforços do Governo são válidos e que estão voltados para combater a pandemia e minimizar os efeitos”.

Em Aracaju, unidades de saúde também têm procurado apoio com campanhas para captação de recursos com a finalidade de ampliar leitos, construir e fazer a manutenção de novas unidades de tratamento, como é o caso do Hospital Cirurgia.

De acordo com o diretor da unidade de saúde, o neurocirurgião Rilton Morais, foi construída uma área de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), que será destinada para atender os pacientes com o Covid-19. “A medida é essencial para reduzir o número de vítimas fatais da epidemia. Há uma crônica falta de leitos de UTIs em todo o país para os pacientes do SUS e, neste momento, precisamos minimizar este déficit”, colocou.

O médico destacou que o Hospital de Cirurgia já fez seu Plano de Contingenciamento para a pandemia de COVID-19. “Precisamos estocar insumos e medicamentos que serão utilizados com o aumento do número de casos. Além disso, estamos treinando e retreinando as equipes há duas semanas para o adequado tratamento dos pacientes. Estamos equipando a nova UTI e os setores de isolamento que receberão os contaminados”, afirmou o diretor do hospital.

Rilton Morais destacou a existência de equipamentos de proteção individual no Hospital Cirurgia, mas estão procurando e comprando mais para não haver desabastecimento, pois o uso será muito maior.

“Reservamos também 20 leitos de UTI e 54 leitos de enfermaria e apartamentos especificamente para o isolamento dos pacientes contaminados ou suspeitos. Existem ventiladores pulmonares no hospital, mas precisaremos de mais e estamos lutando para conseguir”, salientou Rilton Morais, acrescentando que o Governo do Estado tem sido um grande parceiro desde o início da Intervenção Judicial.

Foto: divulgação/folha.uol.com.br