Deputado defende que apologia à violência não cabe em uma Democracia

Publicada: 12/07/2022 às 16:42

12/07/2022

Por Stephanie Macêdo – Agência de Notícias Alese

Na manhã dessa terça-feira, 12 de julho, o deputado estadual Francisco Gualberto (PSD) utilizou a Tribuna da Casa para comentar e fazer uma análise sobre a morte do tesoureiro do PT, Marcelo Arruda, de 50 anos, em Foz do Iguaçu (Paraná). Jornais, sites e agências de notícias mundiais e nacionais noticiaram nesta última segunda-feira (11) a morte,  após ser baleado pelo policial penal federal Jorge Guaranho, na madrugada de domingo (10).

“A gente precisa desestimular essa violência, e fazer o discurso correto, por meio da democracia. A vitória deve ser pelo voto, pela disputa dos projetos. Quem quer ficar no poder pelas armas está fora do campo de Direto e da Democracia.Portanto, comete crime”, declarou o parlamentar.

 

 

Foto: Jadilson Simões

 

 

Outras notícias para você