Acompanhada dos presidentes de entidades que representam os irrigantes dos perímetros ribeirinhos, Hunaldo e Jadiel, a deputada estadual Maria Mendonça (PP) aguarda um posicionamento do governador Jackson Barreto sobre a suspensão da energia, problema que já dura quase uma semana, em virtude do não pagamento de faturas à empresa concessionária.

Ao saber que o governador estava na região do bairro Industrial, em Aracaju, a deputada, que há tempos aguarda uma solução definitiva para essa pendência, foi ao encontro do gestor e o abordou, falando das dificuldades enfrentadas pelos mais de dez mil trabalhadores que labutam no local e do eminente prejuízo provocado em decorrência da perda de toda a produção.

Diante das ponderações feitas por Maria, o governador pediu que ela permanecesse em Aracaju com os representantes das entidades e prometeu recebê-los, em Palácio, ainda hoje. “Ficaremos aqui, pois não podemos deixar que essa situação perdure mais”, afirmou Maria, lembrando que a produção de legumes já está comprometida e, até o final de semana, se não houver uma providência, os produtores perderão tudo o que foi plantado, trazendo sérias consequências, entre as quais, o aumento do valor da cesta básica.

Desapontamento –  No início da semana, em pronunciamento na tribuna da Assembleia Legislativa, a deputada revelou o seu desapontamento ao ser informada por irrigantes que o serviço mais uma vez havia sido suspenso. “Não podemos mais aceitar isso. Quero registrar o meu repúdio veemente a essa situação e apelar que o Governo seja sensível, tenha compromisso e responsabilidade com o povo sergipano”, ratificou Maria.

Ela destacou que nos perímetros trabalham, direta ou indiretamente, pessoas responsáveis pelo cultivo de produtos de qualidade que abastecem, além de Sergipe, parte dos Estados de Alagoas, Bahia e Pernambuco. “Não podemos tolerar esse tipo de coisa”.

 

Por Ascom Parlamentar Dep. Maria Mendonça – Kátia Santana