A deputada estadual Ana Lula (PT) utilizou a tribuna da Assembleia Legislativa de Sergipe, na manhã da última quarta-feira, 9, para registrar o Dia de Luta e Paralisação das professoras e professores da rede estadual de ensino e para fazer uma síntese do
preocupante cenário da Educação pública sergipana.
“Hoje é um dia de resistência dos professores da rede estadual. A categoria protesta contra o desmonte da carreira promovido pelo governador Jackson Barreto e por seu secretário Jorge Carvalho, além de toda uma pauta ampla, já conhecida do Governo, que também inclui a melhoria nas condições de trabalho e a não implementação do ensino integral”, explicou Ana Lula.
A parlamentar também abordou a questão da necessidade do aumento do número de matrículas da rede estadual para que a Educação do Estado tenha mais recursos. “Uma outra reivindicação da categoria é uma campanha pelo aumento da matrícula na rede estadual, visto que o tamanho do repasse do FUNDEB é proporcional ao número de matrículas. O Governo já iniciou essa campanha, reconhecendo essa antiga pauta do magistério”, afirmou.
Ao final do discurso, Ana Lula protestou contra o modelo de seleção simplificada para a contratação de funcionários professores. “Eu não acho esse método correto, ele é bastante subjetivo. Se nós temos uma necessidade de selecionar profissionais para resolver problemas emergenciais, deveríamos utilizar uma maneira mais transparente, que não dê margem para desconfiança e acredito que a adoção de provas objetivas seria um meio mais adequado”.

Foto: Jadilson Simões

Por Assessoria Parlamentar