Ana Lúcia reafirma seu compromisso com a educação e com servidores públicos no Dia do Estudante

Enquanto estudantes, representantes de movimentos sociais, professores e outros servidores públicos estaduais se manifestavam em frente ao prédio da Assembleia Legislativa, na manhã desta terça-feira, 11, a deputada estadual Ana Lúcia ocupou a tribuna para registrar a passagem do Dia do Estudante e reiterar seu apoio aos trabalhadores e trabalhadoras que se encontram na rua por mais direitos.
A “Caminhada da Indignação”, como foi chamado o ato público, começou às 8h na Praça Camerino e seguiu pelas ruas da capital sergipana até a Assembleia Legislativa, onde permaneceu até o final da manhã. Após seu pronunciamento na tribuna da Alese, Ana Lúcia participou do ato. Usando a arte como instrumento político, a manifestação contou com show musical da banda Circular Cidade e com esquete apresentada pelo grupo de teatro Juventude Art’, ambos formados por estudantes da rede pública.
Durante seu pronunciamento na Alese, Ana Lúcia apresentou, em linhas gerais, o panorama da situação em que se encontram os servidores públicos, frisando suas principais reivindicações, entre as quais estão o reajuste e o não parcelamento de salários dos servidores, a reestruturação do Plano de Carreira, Cargos e Vencimentos, fortalecimento e reestruturação de empresas públicas, o pagamento do Piso Salarial do Magistério em todas a carreira, a reforma das unidades de alimentação e nutrição das escolas públicas e hospitais, além da devolução dos cortes na remuneração dos educadores relativo ao mês de maio 2015.
Ela frisou ainda que os trabalhadores se manifestaram por mais direitos e melhores condições de trabalho. “Os trabalhadores que aí estão, estão no exercício de assegurar direitos, assegurar democracia, assegurar valores que ajudem a solucionar os problemas e humanizem a sociedade. Precisamos escutar a voz dos estudantes, dos professores e dos funcionários públicos”, resumiu Ana Lúcia.
Educação
Em alusão ao Dia do Estudante, Ana Lúcia apresentou ainda um breve panorama da situação da educação pública. Escolas depredadas, estrutura física precária, péssimas condições de trabalho e estudo, projeto pedagógico autoritário, são apenas alguns dos problemas vivenciados pelos estudantes e professores no cotidiano da sala de aula. “Sem investir e priorizar a educação, nós não vamos ajudar a transformar e melhorar a sociedade”, frisou a deputada.
Um dos maiores desafios apontados por Ana Lúcia para a educação em Sergipe, é o crescimento da violência no ambiente escolar. “Essa violência é fruto da insatisfação da juventude, que está à margem das políticas públicas e foi influenciada por um modelo de sociedade do espetáculo, que dissemina um comportamento individualista e onde a violência é naturalizada”, lamentou Ana Lúcia. “O lugar que potencializa o fortalecimento de uma cultura que priorize os valores humanos é a escola”, finalizou.
Convite ao Secretário de Estado da Educação
Ana Lúcia aproveitou para informar ainda que o Requerimento convidando o Secretário de Estado da Educação, Jorge Carvalho, para apresentar o cenário da rede pública estadual na Alese já foi elaborado. A sugestão foi feita à deputada na última quarta-feira, 05, quando o Secretário de Estado da Fazenda, Jeferson Passos, esteve na casa legislativa para apresentar o relatório de avaliação do cumprimento das metas fiscais do Estado. “Espero que o secretário atenda o convite desta casa para que possamos buscar encaminhamentos na perspectiva de superar os graves problemas que atingem a escola pública em Sergipe”, destacou.
Fonte: Ascom Parlamentar Dep. Ana Lúcia (Débora Melo) 

Outras notícias para você