A deputada estadual Ana Lúcia prestigiou, na tarde desta quarta-feira, 16, a solenidade de entrega do Título de Cidadão Aracajuano ao jornalista e intelectual João Oliva. A iniciativa foi da Câmara de Vereadores de Aracaju, por meio de requerimento do vereador Bertulino Menezes (PSB). Ana Lúcia representou a Assembleia Legislativa de Sergipe na solenidade.

Ao lado de familiares, membros da Academia Sergipana de Letras, autoridades políticas, escritores, jornalistas e intelectuais do Estado, o homenageado contou sua trajetória de vida, agradeceu o honraria concedida pela CMA e destacou o amor que nutre por Aracaju. “Muitas pessoas devem ter recebido esta homenagem por serem mais merecedores do que eu. Porém, posso assegurar que ninguém deve ter ficado mais feliz do que estou por recebê-lo”, comemorou.

“João Oliva já era Aracajuano de coração. Muitos dos seus filhos já nasceram e cresceram em Aracaju, e à cidade ele dedicou mais da metade de sua vida. Nada mais justo do que o intelectual receber este reconhecimento, por toda a contribuição que ele vem dando para a cultura e para o jornalismo da nossa capital”, destacou a deputada Ana Lúcia.

Aos 92 anos de idade, o jornalista viveu mais da metade de sua vida em Aracaju, onde mora desde 1956. Nascido em 1922 em Riachão do Dantas, João Oliva ocupa a cadeira 24 da Academia Sergipana de Letras, na vaga do Bispo Dom José Brandão de Castro. Bacharel em Direito por formação e jornalista por vocação, João Oliva é conhecido por seus textos que denunciavam as desigualdades sociais a opressão em Sergipe, sobretudo no interior do Estado.

João Oliva iniciou sua vida pública como Secretário da Prefeitura de Riachão do Dantas. Ainda em sua terra natal, começou a escrever artigos, enviando-os para jornais de Aracaju e outras cidades do interior. Quando atuava como Agente de Estatística do IBGE, em Riachão e Estância, foi transferido para Aracaju. “Aqui cheguei trazendo, acima de tudo, uma vontade de vencer e, como bagagem de aprendizado apenas um diploma de ensino primário”, rememorou o homenageado.

Sua atuação nos jornais iniciou-se ainda em Riachão do Dantas, de onde enviava artigos para veículos de comunicação da capital e do interior. Foi repórter, redator-chefe e editorialista nos impressos Gazeta de Sergipe, A Cruzada e Diário de Aracaju, além de ter produzido, escrito crônicas para programas da Rádio Cultura de Sergipe. Foi ainda secretário de imprensa do Governo do Estado na gestão Seixas Dória e Assessor de Comunicação na Associação Comercial e da Universidade Federal de Sergipe (UFS). Na Associação Sergipana de Imprensa (ASI), foi vice-presidente e exerceu temporariamente a presidência.

Por Ascom Parlamentar Dep. Ana Lúcia (Débora Matos)
Foto: Ascom Parlamentar