A deputada estadual Ana Lúcia presidiu a sessão especial de outorga da Medalha Quintina Diniz, na tarde desta segunda-feira, 21. Entregue pela Assembleia Legislativa de Sergipe (ALESE), a medalha homenageia mulheres de diversos segmentos que prestaram relevantes serviços para a sociedade sergipana.

Para receber a comenda, a deputada estadual Ana Lúcia indicou Maria Helena Santana Cruz, professora pós-doutora da Universidade Federal de Sergipe, que ao longo de mais de 20 anos tem contribuído com as pesquisas de gênero e empoderamento da mulher em Sergipe.

O objetivo da homenagem é apoiar e fortalecer a participação da mulher na política e nos espaços de poder. Neste sentido, Ana Lúcia destacou que muitos desafios persistem. “Precisamos avançar na ocupação dos espaços públicos, políticos para que os direitos sociais avançem. O acesso a oportunidades, a violência contra a mulher e a disparidade na ocupação dos espaços de poder, ainda são grandes entraves na garantia da equidade de gênero, mesmo com toda a luta travada pelo movimento feminista”, destacou a parlamentar.

Ana Lúcia explicou que embora a população feminina do Brasil seja de 51%, as mulheres ocupam apenas 8,6% dos espaços no Poder Legislativo, de acordo com dados da União Interparlamentar. No mundo, este percentual chega a 22,6%. “O Brasil tem uma das taxas mais baixas no mundo de presença das mulheres no Congresso Nacional”, lamentou a parlamentar, conhecida pela sua atuação em defesa da equidade de gênero e do empoderamento das mulheres.

Maria Helena

Maria Helena é graduada em Serviço Social pela Universidade Federal de Sergipe, doutora em Educação pela Universidade Federal da Bahia e atua no departamento de Serviço Social e dos Programas de Pós-Graduação em Educação (NPGED), Sociologia (NPPCS) e no Mestrado em Serviço Social da Universidade Federal de Sergipe.

Ela é ainda coordenadora e pesquisadora do Núcleo de Estudos Interdisciplinares sobre a Mulher e Relações de Gênero (NEPIMG) e integrante do Comitê ad hoc do Programa Pró-Equidade de Gênero da Subsecretaria de Articulação Institucional da Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres (SPM) da Presidência da República(PR).

Quintina Diniz

Professora e feminista, Quintina Diniz foi a primeira deputada estadual eleita em Sergipe, em 1934. Seu nome foi lançado pela Sociedade Brasileira Para o Progresso Feminino, fundada pela Dra. Bertha Lutz e dirigida em Sergipe por Cezartina Reis e Maria Rita Soares de Andrade. A laranjeirense fundou em Aracaju, em 1906, o primeiro educandário feminino de Estado. Professora querida, Quintina foi catedrática da cadeira das disciplinas Pedagogia e Psicologia no Instituto Rui Barbosa, antiga Escola Normal. Foi também poetisa lírica e mística, e excelente oradora. Quando Quintina falava, empolgava a Assembleia. Ela faleceu em 1942, aos 64 anos.

A medalha que leva seu nome é entregue anualmente, desde 2007, quando foi aprovado Projeto de Resolução pela Alese, em alusão ao Dia Internacional da Mulher. A cada ano, mulheres que se destacam nas mais diversas áreas sociais recebem a comenda, mas Quintina é homenageada todos os anos, a cada medalha entregue.

Por Ascom Parlamentar Dep. Ana Lúcia (Débora Melo)