A Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese) abriu na noite dessa terça-feira (15), a programação artística do Espaço Cultural “Djenal Queiroz” 2016 com a exposição de fotografias de Iza Foz, pinturas de Jaime Farias, lançamento do livro do jornalista e escritor Pedro Varoni, a Voz que Canta na Voz que Cala e a música do grupo Samba do Arnesto.

56e8b21a62761-reduzirfotos-com

 

O evento foi prestigiado pelo secretário de Estado da Cultura Elber, o secretário de Estado da Comunicação Social Sales Neto, o representante da Associação de Imprensa José Ginaldo de Jesus, amigos e parentes dos expositores e servidores da Alese.

 

Para o bombeiro e nas horas vagas artista plástico Jaime Farias, que retrata nas pintura o dia a dia da cidade natal, Aracaju, a oportunidade de expor o trabalho, o deixa orgulhoso e com muito mais inspiração para continuar desenhando as belezas naturais. “O que temos de mais belo na nossa capital gosto de traduzir nas telas, o azul do céu e do mar, o clima. Mostrar o resultado desse meu hobby é gratificante”, reconheceu.

56e8b0f0e16ee-reduzirfotos-com

 

Iza Foz, fotografa voluntária do Projeto Renascer do Ministério Público Estadual, disse que ao abrir as portas para os artistas a Alese mostra que, realmente é a casa do povo e aproxima seus eleitores através de um espaço dedicado a cultural. “Estou feliz por fazer parte dessa edição do Espaço Cultural Alese expondo fotos reais”, comentou. Seu trabalho é um conjunto de ações entre o MPE e a Secretaria de Estado da Justiça para promover o fortalecimento da cidadania às mulheres em situação de prisão no Prefem.

Outro expositor foi o grupo Samba do Arnesto, que ao som do tradicional samba com arranjos modernos animou os convidados. Para os cinco integrantes, se apresentar em um espaço do poder público foi uma experiência diferente do que já fizeram ao longo dos quatro anos de formação da banda. “Ficamos lisonjeados com o convite e parabenizamos a iniciativa da Alese em ceder o espaço para os artistas. Que outras bandas possam ter a mesma oportunidade que nós”, ressaltou o percursionista Roque Souza.

“Abrir a temporada do Espaço Cultural 2016 com um elenco maravilhoso como o de hoje a noite é ter a certeza de que o ano cultural da Alese vai ser ainda mais especial”, disse a curadora do Espaço Ilma Fontes. Para ela, o espaço criado para valorizar a cultura do Estado e os artistas que aqui vivem, deve ser representado pelo povo. “A Casa Legislativa tem esse papel fundamental, aproximar o povo da cultura”, completou lembrando que, a exposição fica em cartaz até o dia 14 de abril.

Convidados

O secretário de Estado da Cultura Elber Batalha observou que a Assembleia Legislativa está de parabéns, o presidente Luciano Bispo (PMDB) e demais deputados porque através do Espaço Cultural, trazem para dentro do Legislativo a arte do povo. “Fazer a cultura com a música, a fotografia , a literatura as artes visuais através da pintura é dar vez e voz aos artistas já consagrados e aos principiantes a mesma oportunidade. Esperamos que este projeto tenha longa vida”, afirmou acrescentando que, nada melhor que fazer ecoar os bons sons imagens e valores da cultura dentro da Assembleia Legislativa.

Quem também parabenizou e elogiou o presidente Luciano Bispo por manter o projeto cultural na Alese foi o secretário de Estado da Comunicação Sales Neto. Segundo ele, O Espaço Cultural é vitorioso por fomentar a cultura e as artes. “Representamos as nossas raízes através da cultura e dela, o que um povo realmente é. Que muitos artistas possam ter aqui a vitrine para mostrar a sociedade”, concluiu.


Por Glice Rosa – Agência Alese de Notícias