Por Wênia Bandeira

Foram aprovadas, em votação na sessão plenária da Assembleia Legislativa de Sergipe, cinco concessões de título de cidadania. Os projetos de resoluções são de autoria dos deputados Maisa Mitidieri (PSD), Zezinho Sobral (PODE) e Doutor Samuel (CIDADANIA).

O Projeto de Resolução Nº 28/2021 concede título de cidadania sergipana a Dorvecino Neto. Ele é presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais, nasceu em Caiapônia, no interior de Goiás, e reside em Aracaju desde 1999, onde constituiu família e iniciou sua vida profissional.

“Sempre eleva o nome do estado ao qual tem imensa gratidão pelo acolhimento e por ter vivido grandes momentos de sua vida, bem como por ser o estado natal de sua amada filha”, falou a parlamentar.

Já no Projeto de Resolução Nº 31/2021, Maisa Mitidieri aponta o diretor clínico do Hospital Regional de Itabaiana, coordenador médico do Hospital da Polícia Militar (HPM) e responsável técnico da Unidade de Pronto Atendimento (UPA), Samuel Rodrigues da Silva, como merecedor da homenagem. Ele é natural de Rio Branco, no Acre, e vem auxiliando no combate ao coronavírus em Sergipe.

Através do Projeto de Resolução Nº 29/2021, Zezinho Sobral indica a concessão do título para a gestora pública, Mônica Cristina Passos. Nascida em Salvador, a atual coordenadora do Programa de Certificação e Modernização do Regime Próprio de Previdência Social dos Servidores de Aracaju se mudou para o estado em 1985.

O deputado também apontou o merecimento da homenagem para o fundador da empresa Unigel, Henri Armand Slezynger, através do Projeto de Resolução Nº 30/2021. Ele é natural de Antuerpia, na Bélgica, mas vive no Brasil desde os três anos de idade.

“Em maio de 2021, Henri, através da Unigel Agro, iniciou a produção de fertilizantes nitrogenados em Laranjeiras e se tornou o maior produtor de ureia no país. Sergipe passou a ter capacidade de produção anual de 650 mil toneladas de ureia, 450 mil toneladas de amônia e 320 mil toneladas de sulfato de amônio. Desde o início da operação em abril, a Unigel já gerou mais de dois mil empregos diretos e indiretos”, falou.

E Doutor Samuel, com o Projeto de Resolução Nº 32/2021, concede título de cidadania sergipana ao coronel da polícia militar, Marcílio Ferreira da Silva Pontual. Ele nasceu em Recife e mudou-se para Sergipe na juventude.

“Sua trajetória dentro do estado constitui em si mesmo critério justo e inegável para a concessão do título”, afirmou o deputado. Os diplomas correspondentes ao Título de Cidadania serão entregues em Sessões Especial a serem marcadas.

Foto: Jadilson Simões