Por Aldaci de Souza

 A doação de plaquetas vem sendo estimulada pelo líder do Governo na Assembleia Legislativa de Sergipe, deputado Zezinho Sobral (PODE). O parlamentar lembrou a importância das plaquetas para ajudar a salvar vidas.

“Eu quero alertar que as pessoas podem doar sangue, mas também podem doar plaquetas. Através do método denominado Aférese, as plaquetas podem ser retiradas e salvar até oito vidas. Os doadores podem comparecer ao Centro de Hemoterapia de Sergipe (Hemose) para fazer esse gesto de amor ao próximo”, diz Zezinho Sobral.

Entenda

Através da doação por aférese (separação), é possível retirar apenas uma das células do sangue total. O doador é conectado a uma máquina específica, sendo feita uma punção venosa em ambos os braços.

A máquina separa o sangue por centrifugação, retirando apenas as plaquetas (células responsáveis pela coagulação), devolvendo as outras células ao doador. O sangue não entra em contato com a máquina, mas com um kit de material descartável e estéril. O procedimento dura em média 60 minutos e a medula óssea do doador repõe a quantidade de plaquetas em 24 horas.

Geralmente as plaquetas doadas são destinadas aos pacientes com leucemia, câncer, anemia aplástica ou que são submetidos a tratamentos de quimioterapia e radioterapia. Pessoas precisam fazer transplante de medula óssea, necessitam de muitas plaquetas. Uma doação por aférese contém 8 vezes mais plaquetas do que em uma doação tradicional.

Quem pode doar?

Para doar, as pessoas precisam ter idade entre 18 e 60 anos; ser saudável e com veias que facilitem a localização. Assim como doadores de sangue, quem vai doar plaquetas, se submeterá a uma avaliação clínica e a exames sorológicos para Hepatite, AIDS, Chagas, Sífilis, HTLV e hemograma com contagem de plaquetas. É  necessário não estar fazendo o uso de ácido acetilsalicílico (AAS), anti-inflamatórios e remédios para pressão.

O horário de atendimento do Hemose é da segunda-feira à sexta-feira, das 7h30 às 17h. No ambulatório, o funcionamento é às segundas-feiras às sextas-feiras, das 7h às 17h.  Dúvidas para a doação de plaquetas devem ser tiradas pelos números (79): 3225-8000, 3225-8039 e 3259-3174.

Foto: Secretaria de Estado da Saúde