O clima acirrado das campanhas para prefeito, nas redes sociais, foi um dos assuntos abordados por Carolina Westrup, mestre em Comunicação pela Universidade Federal de Sergipe e integrante da Intervozes, durante entrevista à jornalista Rosângela Dória, no Alese Notícias desta terça-feira, 25. Westrup disse que as redes sociais fortalecem o potencial emancipador que a internet conquistou na década de noventa. “As redes sociais têm um processo de desentermediação dos conteúdos, ou seja, você não precisa ser um meio de comunicação para produzir seu próprio conteúdo. A rede social propicia um processo de democratização de um diálogo muito maior que o dos veículos convencionais”, explicou.

Ao ser questionada por Rosângela Dória sobre o poder das redes sociais nas eleições, Caroline Westrup disse que nas campanhas políticas isso tem sido bastante estudado. “As pessoas discutem e dialogam nesse espaço os temas que são importantes para a cidade e para as campanhas políticas”, afirmou a pesquisadora da UFS, que vê as pessoas que já decidiram seu voto fazendo das redes sociais uma arquibancada. “Aqui em Sergipe é um marco e a internet é um espaço privilegiado. É uma coisa para ser estudada”, destacou.

alese-noticia-entrevista-carolina-westrup-foto-jadilson-simoes-251016jpg-2

Veja mais da entrevista na página da Agência Alese no Facebook.