TV Alese é homenageada no Arquivo Público de Sergipe

Publicada: 13/10/2022 às 11:39

 Por Júnior Matos- Agência de Notícias Alese 

TV ALESE é homenageada no Arquivo Público de Sergipe

A Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese) por meio da TV Alese foi homenageada no Arquivo Público de Sergipe (Apes), pela produção de um documentário “APES, 100 anos de memória, história e cultura” que trata sobre a relevância histórica e cultural da instituição. A cerimônia aconteceu na manhã desta quinta-feira (13) na sede do órgão e reuniu professores, historiadores e intelectuais.Na oportunidade, também estão sendo  inaugurados as ações para o centenário contando um pouco da história do APES e  do prédio dele, e também ocorreu a exibição do filme.

“Durante a realização das atividades estamos homenageando servidores do APES que é uma casa de memórias e de cultura. O nosso objetivo é mostrar estes profissionais que contribuíram para a preservação dos acervos. Na data de hoje, estamos homenageando à TV Alese pelo documentário ‘APES, 100 anos de memória, história e cultura’ que destaca através de documentário  a importância da preservação do patrimônio histórico”, destacou a diretora do Apes, Sayonara Rodrigues.

Produzido pela TVAlese, o documentário é composto por depoimentos de pessoas que fizeram parte da história do APES: funcionários, diretores, pesquisadores e defensores da instituição, como também,  por imagens dos documentos e ações escolhidas simbolicamente para representar a dinâmica cotidiana com a preservação de seus acervos e disponibilização à sociedade sergipana.

Benildon Santana, Coordenador-Geral da Tv Alese

“É uma grande honra receber essa homenagem de historiadores que compõem o Arquivo Público Estadual.  Uma instituição de grande relevância para o estado de Sergipe e para os cidadãos. É muito importante lembrá-los que eles podem e devem visitar mais o Arquivo Público.  A  TV Alese faz este papel por meio do documentário”, explicou o coordenador geral da Tv Alese, Benildon Santana.

Para o artista e produtor cultural Isaac Eneas. “O documentário produzido pela Tv  Alese ajuda na divulgação do Arquivo Público como guardião da documentação da história sergipana”.

A historiadora  Beatriz Góis foi uma das participantes do documentário. Para ela, se ver na filmagem representa uma volta ao passado. “Eu pude revisitar a minha trajetória do Arquivo Público. Aqui tive alunos que anos depois se tornaram também diretores. Foi um verdadeiro laboratório de pesquisas para mim e outras pessoas. Estou feliz em poder celebrar os seus 99 anos”, declarou.

Mais homenagens

Para  historiadora Terezinha Oliva é muito importante celebrar a homenager o Apes. “Eu fui a primeira mulher diretora do Apes, ainda na década de 1970. Por meio de trabalhos desenvolvidos na época conseguimos atrair a atenção de estudantes e pensadores. Homenagear o Arquivo Público e celebrar seus 99 anos é  instrumento importante e que atua na preserveção e divulgação dos trabalhos  de tudo que é produzido”, falou.

História do Apes

A criação do Arquivo Público do Estado de Sergipe (APES) está na Lei nº 233 de 16 de junho de 1848,  como uma Seção da Biblioteca Pública Provincial. Nessa condição, o Arquivo ficaria até o ano de 1923. No entanto, a necessidade de um Arquivo Geral e com autonomia se fez presente no Decreto-Lei nº 619, de 1915, quando registrou, no Artigo 180, a destinação da documentação para um Arquivo Público a ser criado.

Foi no governo de Maurício Graccho Cardoso é que essa necessidade saiu do campo das intenções e se concretizou. Com a Lei nº 845, de 15 de outubro de 1923,  foi criado o: Archivo Público do Estado,  com o fim de receber e  conservar documentos históricos e que são de direito público sergipano.

Programação

13 de outubro

Lançamento do documentário: “APES, 100 anos de memória, história e cultura”

Horário: 9h

Local: Arquivo Público do Estado de Sergipe (APES)

Homenagem à TV ALESE

14 de outubro

Solenidade dos 99 anos do Arquivo Público do Estado de Sergipe (APES)

Horário: 9h

Local: Arquivo Público do Estado de Sergipe (APES)

– Apresentação cultural

– Mesa: “Epifânio Dória e Pedrinho dos Santos: vidas dedicadas ao serviço público sergipano”

Palestrantes: Adailton Andrade (Diretor do Arquivo Municipal de São Cristóvão/SE) e Ronado Alves (GEMPS/CNPq)

– Homenagens

Fotos: Jadilson Simões 

 

Outras notícias para você