“Temos que estar junto das pessoas que precisam do poder público”, afirma deputado João Marcelo

Por Assessoria do Parlamentar

Em entrevista, nesta quinta-feira, 28, ao radialista Raimundo Morais, na Liberdade FM, o deputado Estadual João Marcelo (PTC) destacou algumas ações desenvolvidas durante o recesso da Assembleia Legislativa de Sergipe – Alese e reforçou a valorização do diálogo no exercício do mandato em defesa do que é direito dos cidadãos.

Optamos pela possibilidade de dialogar, por exemplo, com o Governo do Estado para buscar os benefícios para a população. Muito melhor do que estar apenas gritando e falando dos problemas sem apresentar soluções. Esse será o nosso perfil, com muito respeito, pé no chão e responsabilidade acima de tudo”, ressaltou.

O deputado relatou algumas visitas que realizou a órgãos de saúde para tomar conhecimento das demandas. “Visitamos o Conselho Estadual de Saúde e o Hospital e Maternidade Santa Isabel e nós percebemos uma preocupação muito grande do corpo diretivo e de funcionários de cuidar da saúde da nossa população. Por isso, é preciso que a gente dê a condição necessária para eles trabalharem com segurança. Estamos todos preocupados com esse momento de pandemia, e é uma responsabilidade de todos, principalmente dos políticos, para minimizar os problemas. É preciso zelo com a coisa pública”, frisou.

Segundo o parlamentar, que já foi prefeito de Nossa Senhora das Dores, é possível atender os anseios da população. “Aos poucos a gente vai avançando e alcançando os níveis que são favoráveis à população. Vamos atuar de forma que a população sinta-se parte do mandato e de qualquer discussão que a gente possa levar para o governador ou qualquer autoridade do Estado de Sergipe. Temos que estar junto das pessoas que precisam do poder público fazendo o bem”, afirmou.

Mudança de partido

Deputado João Marcelo

Questionado se pretende disputar a reeleição em 2022, João Marcelo enfatizou que, ao assumir um mandato, o político precisa estar preparado para os desafios e que primeiro é preciso mostrar trabalho. “Fazer o que é da nossa responsabilidade para depois pensar em uma reeleição. É lógico que a gente quer continuar trabalhando e fazendo mais por nossa gente”, pontuou.

Outro ponto levantado foi em relação à mudança de partido. O deputado deixou em aberto a possibilidade, mas chamou atenção para a fidelidade partidária. “Pois o partido é o detentor do mandato e sem a janela o parlamentar não pode mudar de partido. Mas, havendo a possibilidade da janela, é possível que o deputado João Marcelo tenha que sair do partido. Até porque o PTC não atingiu a clausura de barreira e, é provável, não terá condições de disputar as próximas eleições”, detalhou.

A gente vai buscar um partido melhor, que tenha mais responsabilidade, mais vontade de nos ajudar nas nossas ideias, na nossa atuação, para que a gente defina com cautela e com paciência para que tenhamos condições de se reeleger e continuar nosso trabalho”, complementou.

Outras notícias para você