Na metade do século 20, existiam 14 engenhos de cana de açúcar em Siriri, o que fazia da cidade um local de riqueza e prosperidade. Hoje, com os engenhos extintos, a principal fonte de renda de Siriri é o petróleo, descoberto em seu subsolo em 1964.