Por Aldaci de Souza – Rede Alese

O 2º Simpósio realizado pela Assembleia Legislativa de Sergipe em comemoração aos 30 anos da Constituição de Sergipe, continuou na tarde desta terça-feira, 8, com a realização de três painéis no auditório do Tribunal de Justiça de Sergipe.

Kennedy Nunes, deputado estadual por Santa Catarina

O primeiro painel foi proferido pelo deputado estadual de Santa Catarina e presidente da União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (UNALE), Kennedy Nunes. Ele falou sobre Novas Perspectivas para o Pacto Federativo. “O Governo Federal não tira a dor de ninguém, não tira a fome de ninguém, quem faz isso são os municípios, com a participação efetiva das pessoas”, acredita.

O segundo painel foi apresentado pelo assessor jurídico da União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (UNALE), o advogado especialista em Direito Eleitoral e Processual, André Maimone. Ele destacou o tema: Democracia Representativa na Era Digital.

André Maimone, assessor jurídico da Unale

“A palavra e a manifestação do pensamento sempre foram o direito mais cerceado; grandes líderes mundiais se fizeram pela palavra;  a atividade dos deputados é feita pela palavra; é a manifestação da palavra se concretiza numa palestra, se concretiza numa Constituição que completa 30 anos

E o terceiro, foi exposto pelo procurador-geral do Ministério Público junto ao Tribunal de Contas de Sergipe, o mestre em Direito pela Universidade Federal de Sergipe (UFS), João Augusto Bandeira de Mello, que falou sobre Constituição, Informação e Transparência.

Participação

Os painéis desta tarde contaram com a participação de deputados, a exemplo do presidente da Alese, deputado Luciano Bispo, os deputados Zezinho Sobral, Diná Almeida, Janier , Luciano Pimentel e Maisa Mitidieri, Georgeo Passos e Goretti Reis; jornalistas, advogados e estudantes.

Ex-deputado Antonio dos Santos elogia o evento

O ex-deputado estadual pastor Antônio dos Santos, também participou do simpósio aberto hoje e que prossegue até a próxima quarta-feira, 10. “Realmente é um evento da maior importância para uma reflexão no estado de Sergipe; a nossa Constituição chegando aos 30 anos e foi tão bem elaborada por uma equipe de parlamentares que tiveram o maior esforço para entregar ao povo sergipano, uma Carta procurando atender aos interesses da sociedade. Pra nós é um orgulho, ter uma Constituição tão bem elaborada e um privilégio participar desse simpósio”, afirma.

Direito Constitucional é a disciplina preferida da estudante Gabriela Silva

A estudante do curso de Direito da Universidade Tiradentes (UNIT), Garbriela Silva dos Santos Mendonça, disse estar muito satisfeita com o nível das palestras. “Eu estou adorando participar desse simpósio, principalmente porque a minha disciplina preferida é Direito Constitucional e aprender sobre a Constituição do nosso estado, na visão de parlamentares sobre o assunto é muito bom, é muito proveitoso”, enfatiza.

Fotos: Júnior Matos/Rede Alese