Ocupou a tribuna no pequeno expediente, na Assembleia Legislativa de Sergipe, na manhã desta terça-feira (18), a deputada estadual, Silvia Fontes (PDT), onde tratou sobre a Instalação da Unidade Sócio Educativa.

Na oportunidade, leu o requerimento que solicita a presença da secretária de Estado da Mulher, da Inclusão e Assistência Social, do Trabalho e dos Direitos Humanos (Seidh), Marta Leão, para vir a esta casa esclarecer sobre a Instalação da Unidade Sócio Educativa, na cidade de Nossa Senhora de Socorro/SE.

Segundo a parlamentar, a construção da Unidade Sócio Educativa precisa ter determinados requisitos. “Dentre eles o alvará de construção; estudo de drenagem, no qual já foi reprovado por técnicos da Secretaria de Obras do município; o uso e ocupação do solo; a previsão do plano de retorno do município, e o mais importante de todos, o impacto social previsto no Estatuto das Cidades” afirmou Silvia Fontes.

Ainda em seu discurso, Silvia Fontes disse que por falta desses requisitos, a obra foi embargada pela prefeitura. Ao tempo, deixou clara a sua insatisfação junto à prefeitura da cidade de Nossa Senhora do Socorro, em nome do prefeito Fábio Henrique, vereadores e lideranças comunitárias e sociedade do município.

Para a deputada, a construção dessa obra é fundamental para ressocialização dos adolescentes. “Mas que seja feito um estudo mais aprofundado do local de instalação, obedecendo os critérios, e acima de tudo, que a secretária Marta Leão informe e escute a sociedade”, finalizou Silvia Fontes.

Por Luciana Botto –  Agência de Notícias Alese