Curso de Redação Oficial é realizado em Tobias Barreto

23/5/2022

Por Paulo Renan/Escola do Legislativo

Apresentado a estudantes de escolas públicas e particulares, além dos servidores da Câmara de Vereadores de Tobias Barreto, o curso de Português em Redação Oficial do projeto Conecta Elese ocorreu na manhã da última sexta-feira, 20. A aula do professor André Brito, servidor da Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese), traz a importância do processo de comunicação.

O aprendizado de gramática e redação oficial do curso é direcionado para a documentação interna de setores de uma instituição pública. A aula já foi ministrada nos municípios de Estância e Itaporanga D’Ajuda.

O presidente da Câmara Municipal, João Olegário de Matos Neto, acredita na realização do curso como forma de qualificação. “O curso traz mais conhecimento para os nossos servidores e estudantes”, disse o presidente, conhecido como Gal do Filó.

O diretor Geral da Câmara, Alexandre Vieira, vê essa oportunidade como meio de conscientização. “A nossa missão enquanto Câmara não é apenas criar leis, votar requerimentos e nem projetos, temos que trazer uma melhor educação para o nosso município. Com isso teremos jovens com um olhar diferente para as políticas públicas, para os órgãos e poderes públicos”, afirmou Vieira.

O curso é uma iniciativa que promove a atualização no conhecimento da Língua Portuguesa, com foco nas mudanças que aconteceram no acordo ortográfico, como explica o professor André Brito. “Dúvidas do dia a dia, que surgem na hora de se produzir texto, além da questão da redação oficial sobre uma nova visão. Esse conhecimento gramatical e da estrutura dos textos oficiais serve para serem utilizados por vereadores e assessores”, disse Brito.

O acordo ortográfico da Língua Portuguesa entrou em vigor em 2006 com o objetivo de unificar a grafia de países como Brasil, Portugal, Angola, São Tomé e Príncipe, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e Timor Leste. O Decreto nº 6.584 que estabeleceu o cronograma para a vigência do Acordo foi assinado pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva em 2008.

Para a servidora pública, Cleide Barbosa, é muito importante aprender algo novo. “Meu esposo é parlamentar e eu acompanho o trabalho dele. Com esse curso de português eu posso assessorá-lo, para entender a pronúncia correta das palavras”, afirmou Cleide.

O estudante do Colégio Irmã Mariele, Pedro Emanuel, explica que mesmo não sendo da área, é uma aula completa. “Nós estudantes que iremos fazer a prova do Enem e em reta final, vemos essa oportunidade de aprender português em Redação Oficial como uma grande ajuda no processo”, concluiu Pedro.

Gal de Filó

Alexandre Vieira

Cleide Barbosa

Pedro Emanuel

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Revisão: Wênia Bandeira/Agência de Notícias Alese

Fotos: Paulo Renan//Escola do Legislativo

Outras notícias para você