Por Assessoria Parlamentar

O deputado estadual Iran Barbosa esteve reunido, na tarde da quinta-feira, 02, com lideranças da comunidade surda em Sergipe, representantes do Instituto Pedagógico de Apoio à Educação do Surdo de Sergipe (IPAESE), do Movimento Estadual pela Inclusão Sergipe (MEPIS). O propósito da reunião foi discutir as dificuldades encontradas na assistência à saúde para as pessoas com surdez no Estado de Sergipe.

Para o deputado, o parlamento tem um papel fundamental no debate dessas demandas com a comunidade surda. “Cumpre ao Poder Legislativo fazer um debate amplo sobre os direitos, as reivindicações e as necessidades das pessoas com deficiência. Ninguém melhor que a comunidade surda para expressar as suas próprias pautas e cabe ao Parlamento fazer ecoar toda essa temática, buscando contribuir com a solução dos problemas”, expressou.

Para a Presidenta do IPAESE, Ana Oliveira, os surdos estão vivendo uma triste realidade, quando precisam utilizar os serviços de saúde em Sergipe, pois necessitam de intérpretes para facilitar essa intermediação com os profissionais da unidade.

“O surdo quando se dirige a uma unidade de saúde não encontra um intérprete ou alguém que possa fazer uma intermediação com os profissionais daquela repartição, um ato simples que facilitaria a comunicação do surdo com os trabalhadores desses locais, inclusive o médico. Esse é um direito que já é assegurado pelo Estatuto da Pessoa com Deficiência”, afirmou.

Breno Nunes, pessoa surda, abordou a importância de uma Central de Intérpretes nas instituições públicas e privadas. “Ter uma central de intérpretes, ou de Libras, nas unidades de saúde, facilitaria a comunicação, a troca de informações entre os indivíduos envolvidos, ajudaria na fluidez de uma comunicação básica. Precisamos de um mecanismo que crie as condições para a melhoria da comunicação com os surdos nas instituições públicas”, pontuou.

Imagem: Ascom IB