Reeducandos do Casem participam de curso de Inteligência Emocional

Publicada: 21/10/2022 às 12:46

Por Stephanie Macêdo/ Agência de Notícias Alese

Educandos, da Unidade Socioeducativa de Internação Masculina (Casem), participaram na manhã desta sexta-feira (21) de curso sobre ‘O Uso da Inteligência Emocional nas Relações Interpessoais’. O objetivo da aprendizagem é o gerenciamento das emoções, por meio do uso ferramentas que ajudam a superar desafios e resolver os conflitos. A iniciativa é uma parceria entre a Escola do Legislativo Deputado João Seixas Dória (ELESE) com a unidade.

Liderados pela pedagoga Maria Mirian Leite Rodrigues, os educandos aprenderam a utilizar algumas técnicas que levam ao controle comportamental, quando frente às situações de conflito no cotidiano.

Umas das técnicas utilizadas no curso foi método ‘Flor e Vela’. Nesse momento, a instrutora ensinou aos internados uma das formas de exercer o autocontrole emocional, através da respiração. Com a técnica, de respiração  profunda, o indivíduo aprender a regular seu corpo durante períodos de estresse. A técnica ensina a  lidar com as emoções de uma maneira mais equilibrada.

O adolescente de 16 anos, A.S, participou do curso e revela que as dinâmicas trabalhadas e as técnicas utilizadas são essenciais, pela possibilidade de inspirar o autocontrole.

 “Estou adorando esse curso. aprendi muito. E aqui dentro (Casem), pra nós, é importante ter essas técnicas”, externou o interno.

Miriam Leite ressaltou que o uso da inteligência emocional nos ensina que é possível lidar com a pressão no dia a dia, conflitos nos relacionamentos interpessoais e outros desafios. Desta forma, desenvolver este tema, através de dinâmicas de grupos, atividades lúdicas, vídeos, e o desenho terapêutico, será fundamental para uma melhor relação interpessoal entre os jovens do Casem”, explicou Miriam Leite.

A diretora da Escola do Legislativo, Izabela Mazza

A inclusão social e cidadania estão intrinsecamente relacionadas com a proteção social. A diretora da Escola do Legislativo, Izabela Mazza, que esteve presente no curso destinado aos internos do Casem, salienta a importância da Educação Cidadã para todos. “Aqui é um lugar especial, venho muito feliz, com o coração cheio de carinho, pois precisamos trazer para esses meninos um outro olhar. Que a gente desperte neles algo melhor no coração deles”, revela.

Erica Regane Perreira Aragão, coordenadora técnica do Casem, conta que os adolescentes socioeducando recebem o curso de Inteligencia Emocional como base da convivência. “Eles vieram para cá por causa de conflitos lá forma, então, o curso ensina esse controle. Não adianta ter uma profissão, se eu não aprendi a viver em sociedade, que é a base de tudo”, destaca.

Casen

Erica Regane Perreira Aragão, coordenadora técnica do Casem.

A Unidade Socioeducativa de Internação Masculina abriga adolescentes e jovens infratores de 12 a 21 anos de idade, contando atualmente 69 adolescentes, maiores de 12  e menos de 18 anos.

 

 

 

 

 

 

 

Fotos: Jadilson Simões

 

Outras notícias para você