Em audiência pública ocorrida no último dia 11 de março, a promotora representante da Comissão de Apoio ao Rio São Francisco do Ministério Público Estadual de Sergipe (MPE/SE), Alana Monteiro, destacou o projeto Nascentes do São Francisco, que visa a recuperação e manutenção de áreas de preservação permanente.

Segundo Alana, o projeto concorreu com vários outros no Brasil e ficou com o primeiro lugar. “Agora nós estamos já na fase de implementação, a intenção é que ele seja replicado nos demais municípios do Baixo São Francisco, recuperando as matas ciliares e os afluentes, pois não adianta trabalhar somente a margem do rio. Esse projeto está sendo desenvolvido, de forma piloto, em Canindé do São Francisco, em parceria com a prefeitura do município e com várias instituições, como: o Comitê do São francisco, a Endagro, a Semar, a Codevasf e a UFS”.

Uma das etapas desse projeto é a educação ambiental, feita pela parceira do projeto, a Endagro. “Nós fazemos dia de campo com os assentados e agricultores. A iniciativa é bastante aceita por eles, pois, caso eles prestem o serviço de preservação ambiental na sua localidade, recebem um pequeno pagamento, que funciona como incentivo”, explicou a promotora.

Alana finalizou pedindo apoio dos deputados. “Essa audiência pública foi de fundamental importância para apresentarmos isso para os parlamentares e assim possamos discutir uma futura lei, fazendo com que isso se multiplique nos outros municípios”.

Por Camila Ramos – Agência Alese de Notícias