Replanejar todas as metas e propostas do crescimento e desenvolvimento do Brasil é a expectativa que a presidente da Secretaria Especial da Saúde da União dos Legisladores e Legislativos Estaduais (Unale), deputada Goretti Reis (PMDB), com a realização da XX Conferência Nacional da Unale, que começou na manhã dessa quarta-feira, (01), e segue até a sexta-feira (03), no Campus Universitário da Tiradentes (Unit), em Aracaju. “Até ao final da Conferência teremos muitas possibilidades de encaminhamento de projetos e fortalecimento para novas discussões em relação ao atual processo de transição políticas que passa o país”, afirmou.

Para Goretti, o encontro dos legisladores estaduais é o momento oportuno para discutir a instabilidade política do país com o eixo temático, principalmente, na questão de gestão das inovações da ética e empoderamento. “Vamos tratar do pacto federativo – que são as competências tributárias dos entes da Federação, e os encargos ou serviços públicos pelos quais são responsáveis -, projeto de lei que está tramitando no Congresso Nacional e precisa ser alterado na legislação vigente, e é importante a pressão dos deputados estaduais para que aconteça”, frisou.

A deputada defende mais empoderamento e autonomia das Assembleias Estaduais com a repactuação do financeiro. “O que é repassado aos estados precisa ser melhor dividido, não se concebe que quem executa as políticas públicas são os estados e os municípios e a concentração de recursos está na União. Os prefeitos precisam implorar que venha mais recursos dentro da receita para realizar obras nas áreas de saneamento básico, educação, saúde e segurança”, ressaltou Goretti.

Saúde da Unale

A presidente da Secretaria Especial da Saúde da União dos Legisladores e Legislativos Estaduais (Unale), deputada Goretti Reis (PMDB), compôs a mesa da reunião da secretaria que discutiu o ‘Câncer nas Américas’ e a Zika Vírus. “Como presidente da secretaria especial da Saúde da Unale tomei a iniciativa de proporcionar palestras com dois assuntos atuais e muito importantes a zika e o câncer na América Latina com dois profissionais sergipanos”, concluiu.

Por Ascom Parlamentar Dep. Goretti Reis – Cristina Rochadell