O Plano de Desenvolvimento Econômico, elaborado pela Assembleia Legislativa de Sergipe, será apresentado no município de Estância, na Câmara de Vereadores, nesta terça-feira, 28. No dia 31 de agosto, o presidente da Alese, Luciano Bispo, recebeu o presidente da Câmara de Vereadores de  Estância, Misael Dantas, para alinhar a apresentação do Plano de Desenvolvimento do Estado (PDES) 2020-2030, que segue em Fórum Itinerante em oito regiões do estado.

O Plano de Desenvolvimento Econômico de Sergipe foi apresentado nas cidades de Nossa Senhora do Socorro e Lagarto. Estão no planejamento para discussão e apresentação de informações os municípios de Capela, Muribeca, Siriri, Japaratuba, Pirambu, Carmópolis, Rosário do Catete, General Maynard, Maruim, Divina Pastora, Riachuelo, Santa Rosa de Lima, Santo Amaro das Brotas e Laranjeiras.

 Para o presidente Luciano Bispo, é extremante importante a participação dos municípios nas discussões sobre o processo do PDES, pois cabe agora a união dos Poderes Executivo e Legislativo, e das organizações. “Queremos deixar um rumo para Sergipe, com isso, estamos deixando um estudo técnico sobre a situação do estado para ajudar ao próximo governador. Esse material é um diagnóstico do antes e do cenário atual de Sergipe, promovendo um estudo das potencialidades e das cadeias produtivas, lançando para o futuro algumas diretrizes”, ressaltou Luciano Bispo.

O coordenador do PDES, Marcelo Barmerindo, acrescentou que o estudo foi pensado a partir de um diagnóstico com a finalidade de mapear as cadeias produtivas, as potencialidades de Sergipe e os gargalos que empreendedores, instituições e órgãos governamentais enfrentam.

“O presidente decidiu apresentar o PDES nas oito regiões do Estado de Sergipe, mostrando as potencialidades de cada uma delas, e o que esse plano pode apoiar para fazer esse desenvolvimento. “Então, entendemos, por exemplo, como o plano diagnosticou os gargalos da cadeia produtiva da bacia leiteira, e quais são os desafios que precisamos enfrentar e quem chamar para perto como Poder Executivo, cooperativas para transformar aquela cadeia produtiva mais economicamente viável”, exemplificou.

O presidente da Câmara de Estância, Misael Dantas, agradeceu pela oportunidade: “Ter a cidade de Estância inserida nesse contexto e ter sua participação no debate do projeto de desenvolvimento para o Estado de Sergipe será uma honra”, enfatizou.

Foto: Joel Luiz