Moritos Matos é contra a privatização da Deso

A água é um direito de todos e a Companhia de Saneamento de Sergipe – Deso – é um patrimônio do povo sergipano. Por isso, o deputado Moritos Matos (PROS) permanentemente repete que é contrário a privatização da Companhia. E o parlamentar voltou a afirma isso na quinta-feira, 4, após a palestra sobre os ‘Problemas Inerentes a possível privatização da Deso’, que aconteceu durante o grande expediente na Assembleia Legislativa de Sergipe – Alese. “A Deso representa muito para o povo sergipano, porque é através da água que temos a transformação da vida. E já tinha me pronunciado quando vereador no meu último mandato, final de 2016, que sou contrário a privatização da empresa. Este ano já recebi em meu gabinete representantes do sindicato e voltei a enfatizar na presença deles que sou contrário a privatização da Deso”, ressalta o deputado Moritos Matos.

Palestraram na Alese o presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Indústria e Purificação de Tratamento de Água e Esgoto – Sindisan/BA, Pedro Romildo Santos, o diretor de Meio Ambiente da Deso, José Gabriel Campos, o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Sergipe – OAB/SE -, Henry Clay Andrade e o promotor de Justiça, Jarbas Adelino Santos, que representou o Ministério Público. Esse debate foi proposto pela deputada estadual Maria Mendonça.

O deputado Matos aproveitou a presença dos trabalhadores da Deso na Alese para ressaltar que o posicionamento contrário a privatização não se devia ao fato deles estarem ali. “Não é porque estamos aqui com grande parte dos trabalhadores que digo isso. Eu disse aqui numa audiência que a deputada Ana Lúcia promoveu que parte da mídia tenta difamar a Deso, parte da mídia, que é bom que a gente entenda, O diretor de Meio Ambiente da Deso, José Gabriel Campos foi muito feliz quando colocou isso. Porque quando é uma mídia certa ela não se vende, ela é favorável ao povo e defende o povo. Parte da mídia muitas vezes quando mama nas tetas do Governo defende aquilo que o Governo representa”, expõe Moritos Matos.

Para Matos a fala do diretor José Gabriel Campos foi extremamente pertinente. “Ele disse que representava aqui 1800 trabalhadores, e eu quero dizer que José não defende somente os 1800 trabalhadores, ele defende aqui pelos próprios dados do IBGE (instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) até 2016, mais de 2 milhões 265 mil sergipanos que dependem da água. Então, o parabenizo por isso e afirmo que caso esta Casa venha a analisar um projeto como esse, com certeza, todos nós unidos venceremos e não deixaremos que a Deso seja privatizada. Agora tem que lembrar que nos temos hoje na presidência do País um presidente que está sendo investigado por corrupção e temos ministros também. E são essas pessoas que querem privatizar parte da água no Brasil através do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), afirma o deputado Matos.

De acordo com o parlamentar, esse Governo não tem dignidade para fazer a privatização da Companhia. “Primeiro porque não cumpre nem o seu papel de pagar os débitos que tem com a própria Deso e com as empresas de saneamento pelo Brasil afora. O próprio Governo as vezes é devedor desas instituições. Só para encerrar eu vou usar a frase do Evangelho que diz assim: para que todos tenham vida e tenham vida em abundância. Então é necessário que todos nós unidos não deixemos que a Deso que pertence ao povo seja privatizada. Viva o povo sergipano. Viva a Deso”, enfatiza Moritos Matos.

Assessoria de Imprensa do Parlamentar

Foto: Jadilson Simões

Outras notícias para você