A deputada estadual Maria Mendonça (PP) destacou nesta terça-feira (21) a capacidade técnica, o profissionalismo e o comprometimento da secretária estadual da Saúde, Conceição Mendonça, que participou de audiência pública, na Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa de Sergipe, no final da manhã de hoje.

“Não me surpreendeu em nada, ouvir a secretária (que assumiu a pasta há cerca de três meses), chegar para os deputados e fazer uma explanação segura, pois conheço a forma diligente como ela se conduz”, disse Maria, após ouvir a exposição de Conceição.

Para Maria o governador Jackson Barreto foi muito feliz ao escolher uma técnica extremamente capacitada para um cargo tão complexo. “Não tenho dúvida de que a secretária fará a diferença no meio, pois sei que buscará com garra e determinação fazer com que os nossos cidadãos e cidadãs possam ter direito a saúde de forma célere”, completou.

Ajuda

A deputada aproveitou para questionar sobre os encaminhamentos que vêm sendo feitos em favor do hospital e maternidade São José, localizado em Itabaiana, que esteve ameaçado de fechar as portas por falta de condição de continuar atendendo a todas as suas demandas.

Maria defendeu que o Estado ajude a unidade de saúde que acolhe não só aos munícipes dos 14 municípios que compõem a região. A unidade de saúde, ressaltou a parlamentar, atende ao Estado de Sergipe e municípios circunvizinhos como Pedro Alexandre e Coronel João Sá, ambos na Bahia.

“Pedimos ajuda ao Estado, pois essa unidade materno-hospitalar é de extrema importância para todo o Estado de Sergipe”, afirmou, lembrando que, na atual circunstância, os dirigentes não têm mais condição de continuar gerindo, tendo em vista que há um passivo de mais de R$ 1 milhão, além de outras pendências.

A deputada ressaltou a necessidade de o Estado disponibilizar profissionais para compor o quadro de atendimento, uma vez que a maternidade não tem condições de efetuar contratações. “O município já disponibilizou alguns profissionais, mas é preciso que o Estado também dê a sua contribuição, pois há grande demanda para uma pequena quantidade de abnegados profissionais”, afirmou, observando que a secretária Conceição reconheceu a importância da maternidade e ressaltou que fechá-la, seria sobrecarregar as demais.

Maria Mendonça solicitou que o Governo do Estado observe a importância e necessidade da unidade, verifique se já houve o contato para se buscar uma solução e se há resposta para a comunidade e para o próprio Ministério Público, com quem foi celebrado um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para normatizar os repasses feitos à maternidade.

Requerimento

Maria aproveitou a presença do diretor geral da Fundação Hospitalar de Saúde (FHS) Hans Lobo, na audiência pública da Assembleia Legislativa, para lembrar que, no início deste ano, apresentou Requerimento convidando-o, juntamente com a médica infectologista Isa Lobo para discorrerem sobre questões inerentes à Fundação, bem como a respeito do problema da bactéria KBPC que provocou sérios danos e medo à população sergipana.

“Infelizmente, a Casa teve outras demandas e esse nosso convite não se concretizou”, disse ao destacar o seu contentamento com o fato de, logo na primeira semana de agosto, Rans participar de uma audiência para expor o quadro da FHS e dirimir dúvidas dos parlamentares.

 

Por Ascom Parlamentar Dep. Maria Mendonça