Maria alerta sobre necessidade de curtir os festejos juninos com cuidado

23/6/2022

Por Assessoria Parlamentar

“Depois de dois anos, finalmente podemos voltar a celebrar, juntos, esse período festivo tão tradicional e caro a nós, sergipanos: o São João e o São Pedro. Porém, além de uma boa dose de alegria, a festança precisa envolver cuidado. A pandemia de covid-19 não acabou e a prevenção se faz necessária para garantirmos a saúde e a preservação da vida”. É nesse clima de empatia que a deputada estadual Maria Mendonça (PDT) chamou a atenção para a recente alta no número de novos casos de contaminação por Covid-19, em Sergipe. Há dois dias, a média móvel de registros de infecções – dos sete dias anteriores – foi de 69, conforme dados da Universidade Johns Hopkins. 14 dias antes, esse quantitativo estava em 17 (aumento de 305%).

“Não podemos fechar os olhos para esses dados. E para freá-los, já sabemos o caminho: uso de máscaras em ambientes fechados e em locais de aglomeração, higienização das mãos e, quando possível, manter-se a uma distância segura de outras pessoas. São ações simples, que, aliadas à vacinação, serão capazes de barrar novas altas nos casos de covid-19, garantirão um São João mais seguro aos sergipanos”, explicou a parlamentar. Ela ressaltou também que, apesar da imunização, há grupos de risco vulneráveis à doença, além daqueles que não completaram o esquema vacinal, a exemplo de crianças de zero a cinco anos de idade, público para o qual o imunizante ainda não foi disponibilizado. “A prevenção deve ser encarada como uma forma de cuidar do próximo”, advertiu.

Além da pandemia

Maria Mendonça lembrou que durante o período de São João, o movimento de veículos se intensifica nas estradas que cortam o Estado. Ela observou que a atenção deve ser redobrada e precisa ser acompanhada de respeito e cumprimento total às leis de trânsito, já que é na temporada junina que o número de acidentes costuma subir. “É um momento em que, por vezes, a alegria se transforma em tragédia. Portanto, a máxima continua valendo: se beber, não dirija. Esses dois anos nos fizeram guardar muita energia; agora o momento é de extravasar, mas com cuidado e respeito”, sublinhou a parlamentar.

A preocupação da deputada estadual se traduz em ação prática. É de autoria dela a Lei 8.411/2018, válida no Estado de Sergipe, que obriga condutores que provocarem acidentes de trânsito em decorrência de comprovada imprudência, uso de álcool, substâncias entorpecentes, tóxicas ou efeito análogo no organismo humano, bem como uso de aparelho celular, a ressarcir todas as despesas à vítima.

Com os acidentes de trânsito do período e os incidentes envolvendo fogos de artifício que são recorrentes, Maria Mendonça tem diversas proposituras na Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese) que prevêem o incentivo e facilitação da coleta sanguínea, reforçou a necessidade de doar não só neste momento, mas sempre que possível. “Além das vítimas de acidentes em relação ao trânsito, há também as ocorrências quanto ao uso indevido de fogos de artifício. Algumas delas necessitam de procedimentos cirúrgicos ou tratamentos clínicos que demandam bolsas de sangue. No entanto, o nível do estoque do Centro de Hemoterapia de Sergipe (Hemose) está baixo, e nos acende um alerta para a urgência de mais doações”, afirmou a parlamentar.

Foto: Jadilson Simões

Outras notícias para você