Luciano Pimentel manifesta preocupação com o preço do combustível no Brasil

Publicada: 09/03/2022 às 17:19

9/3/2022

Por Assessoria Parlamentar

O deputado estadual Luciano Pimentel ocupou a tribuna da Assembleia Legislativa nesta quarta-feira, 9, para manifestar a sua preocupação com o preço do combustível no Brasil. Para ele, é preciso alertar a sociedade sobre a necessidade de encampar uma luta para evitar que os valores praticados pela Petrobras continuem subindo, considerando a crescente alta do barril de petróleo em dólar, desde o início da guerra entre a Rússia e a Ucrânia.

“O barril de petróleo tem alcançado os 130 dólares com previsão de, até o final deste mês, chegar aos 200 dólares. Se a formação do preço do nosso combustível está atrelada ao valor de um barril, que custa entre 95 e 100 dólares, imagine quando esse barril atingir 200 dólares”, disse Luciano Pimentel, continuando.

“Entretanto, cabe ressaltar que a Petrobras apresentou no ano passado um lucro de 106 bilhões, transferindo em dividendos algo em torno de 100 bilhões. Isso demonstra que há uma grande capacidade da Petrobras de absorver parte desses custos do petróleo. Visto que o custo de produção no Brasil não aumentou”, pontuou o deputado.

Segundo Luciano Pimentel, em Sergipe alguns postos já estão desabastecidos. “Existem distribuidoras que não estão entregando o combustível em Sergipe por falta de gasolina e óleo diesel. Já estamos começando a sentir o desabastecimento”, destacou.

Citando o exemplo da Bahia, onde a gasolina vendida pela Refinaria de Mataripe, antiga Landulpho Alves, já é 27,4% mais cara que a da Petrobras, o parlamentar enfatizou que o repasse direto do valor do barril internacional está provocando uma mudança substancial nos custos do combustível.

“Na Bahia, os postos de gasolina estão aplicando preços de 7,99 reais para gasolina comum e 8,29 para aditivada. Em Sergipe, estamos com uma média de 6,40 reais. Ou seja, a Bahia, onde está a refinaria, já está adotando preços com uma diferença de 1,50 reais em relação ao nosso estado. Vejam a consequência disso para nós, já que muitas das distribuidoras vão buscar esse combustível na Bahia”, considerou Luciano Pimentel.

De acordo com o deputado, o Governo Federal está analisando essa questão para encontrar uma forma de subsidiar o combustível ou assegurar a estabilidade dos preços junto a Petrobras. “Se nada for feito, as consequências serão danosas para nossa economia e para os brasileiros, pois em todos os produtos que nós consumimos está embutido o preço do combustível”, alertou.

Para Luciano Pimentel, é importante que a sociedade acompanhe essa movimentação do Governo Federal e cobre uma ação efetiva da Petrobras. “Além de  transferir 100 bilhões de lucros em dividendos, a Petrobras precisa demonstrar a responsabilidade social como empresa pública que é”, concluiu o deputado, garantindo que apoiará todas as medidas, de subsídio ou de estabilização, propostas pelo Governo Federal. 

Foto: Jadilson Simões

Outras notícias para você